As escutas que mais ninguém divulga

Choque, consternação, horror, azia com tendência a evoluir para dor de estômago e, possivelmente, finalizando em diarreia. Tudo isto foi sentido pelos portugueses quando ouviram no YouTube excertos de escutas telefónicas feitas a personalidades influentes do futebol nacional e que provam, de forma mais ou menos segura (afinal, o facto de alguém ser filmado ou gravado a admitir a prática de crimes não significa que é culpado; pode significar apenas que é uma pessoa muito confusa ou um actor a ensaiar um papel) que existe corrupção no desporto rei luso. Mais consternação, mais horror. Será mesmo verdade? E cai-nos isto em cima assim de repente, sem ninguém estar à espera. Esta sensação de que o mundo deixou de fazer sentido só é comparável à que sentiu a comunidade científica quando comprovou que o ornitorrinco é um mamífero, apesar de pôr ovos e ter bico de pato. Mas as gravações divulgadas no YouTube são apenas a ponta de um icebergue de esferovite a flutuar por um esgoto a céu aberto. Há outras escutas muito mais graves que nem as pessoas que se dedicam à nobre missão de libertar coisas de forma anónima na internet tiveram estômago para divulgar. A Inépcia não é assim. Na Inépcia, esfuraca-se o lodo até ao fim. Até àquela placa de betão abaixo da qual foi sepultado em segredo o orgulho nacional, protegendo-o para as gerações futuras.

Ora vamos a isto.

2 Comentários

  1. O Baden-Powell não está praí escondidinho?

    ;)

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *