25 de Abril Sempre

2021

Perante a incapacidade do país de abater a parcela da sua dívida relativa ao mês de Março, o governador-geral do FMI para a fracção 37-B do território deficitário sob administração especial 8-Sudoeste (Portugal), Rupert Esel, determina que a comemoração de mais um aniversário da revolução de 1974 será anulada. Em alternativa, como demonstração de patriotismo euroaceitável, os portugueses que, mesmo assim, desejem celebrar a reconquista da sua liberdade, poderão fazê-lo mediante compra a preços competitivos de produtos especialmente seleccionados para consolidar o espaço económico europeu. São eles: chocolates Ritter Sport, telefones Nokia, peúgas Le Coq Sportif e preservativos Todorov, o profiláctico que ajuda a manter a taxa de natalidade checa entre as mais baixas do mundo.

2031

O Presidente da República, Dr. Paulo Futre, afirma durante sessão solene parlamentar evocativa da data ser urgente recuperar o espírito que, em 1974, animou o levantamento contra uma realidade injusta. Se tal acontecer, o Presidente manifestou a sua certeza de que “vai vir charters com novos capitães de Abril”. A referência passa despercebida, motivando um suspiro de presidencial nostalgia.

2041

Pela primeira vez, concretiza-se uma das grandes aspirações da democracia nacional: conseguir que toda a assistência da sessão solene comemorativa na Assembleia da República adormeça em simultâneo, incluindo os oradores. No ano seguinte, em vez de comemorar o sexagésimo oitavo aniversário do golpe, o parlamento comemorará esta nova efeméride e as cadeiras dispostas pelo hemiciclo terão encosto reclinável.

2051

Cientistas portugueses conseguem finalmente desenvolver a tecnologia da viagem no tempo (cerca de oito anos depois de a maioria dos restantes países ocidentais o ter feito) e o destino escolhido para a primeira odisseia temporal é, precisamente, o mês de Abril de 1974. Lamentavelmente, porque a missão foi paga com fundos privados, os cientistas originalmente encarregues da missão são substituídos por publicitários, que passaram as horas que antecederam o golpe militar a aplicar mensagens publicitárias em locais estratégicos da capital. Graças ao seu esforço, a posteridade passará a associar a queda do Quartel do Carmo ao mural na fachada do edifício louvando as virtudes de uma marca de iogurte enriquecido que faz qualquer consumidor sentir-se em “estado novo”.

2061

Novo marco tecnológico alcançado. A partir de uma amostra de ADN, um laboratório genético de Coimbra consegue criar um clone perfeito de Salgueiro Maia, um dos maiores heróis da revolução. Após maturação acelerada, este Salgueiro Maia do século XXI assume o seu lugar na sociedade. Três dias depois, parte para destino incerto, jurando nunca mais voltar. O clone posterior de Otelo Saraiva de Carvalho usufrui de uma carreira longa como protagonista de pornografia artística de intervenção, estreando-se com o épico “O Povo Erecto Jamais Será Infecto”.

2071

A três anos da comemoração do centenário da revolução, a data deixa de ser feriado nacional (já que o sistema de neofeudalismo e a servidão penosa de todos os portugueses sem nomes próprios começados pela letra L torna o conceito de “feriado” obsoleto). Em todo o país, três pessoas sentem-se incomodadas com a ocorrência. Uma delas apenas por confundir o 25 de Abril com outro feriado extinto no mesmo período: a comemoração do aniversário de José Carlos Malato. Por uma coincidência cuja ironia ninguém consegue apreciar, os cravos vermelhos mostram-se particularmente viçosos nesse ano.

3 Comentários

  1. Luísa Seco diz:

    Lindo :)

    25 de Abril sempre! E já agora, 5 de Outubro também…

    “Fodidos” é o termo certo. Mas não sei se uma revolução neste preciso momento iria resolver. Tivemos duas em 100 anos, será que ganhámos algo de bom com isso? Precisamos antes de tudo de ideias luminosas e força para as concretizar

  2. António Nónimo diz:

    Tem piada, sim sr.

    E muita.

    Eu é que, infelizmente, já não me consigo rir. Estamos todos fodidos.

    Quem é que se junta a mim numa revolução, implicando a decapitação de diversos (muitos) dos nossos políticos actuais?

    Vá lá, pessoal! Daqui a pouco a revolução de Outubro faz 100 anos!

  3. 2999

    Estreia nova serie que vai mudar o temperamente amorfo dos portugueses esquecidos de si mesmos…série de ficção-científica britânica sobre os ocupantes de uma base lunar chamada Alpha, e sua viagem pelo espaço, depois que a Lua fora lançada para fora da órbita por uma explosão nuclear, ocorrida pelo acúmulo de resíduos radioativos, produzidos pelos reatores nucleares na Terra. “Espaço 2999-Toma-lá bolachas (versão portuguesa).”

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *