O novo governo: Quem são eles e que tal começarmos já a ofendê-los?

Pedro Passos Coelho – Primeiro-Ministro

Nascido em Nova Coimbra (actual Esbelelé de Kizongwé, província de Gualabanga, África) em 1964.

Formação: Licenciatura em Ser Africano na Universidade Tribal de Cuando-Cubango. Estudos de Canto Lírico para Crianças Sobredotadas com a Professora Emérita Dra. Palmira de Ai-Jesus. Educação em sobrevivência na savana com certificado obtido após matar uma hiena com as mãos nuas.

Profissão: Soba de empresas.

Experiência política: Antigo dirigente da JSD. Antigo vice-presidente e porta-voz do PSD. Antigo vereador da Câmara Municipal da Amadora. Antigo presidente da Assembleia Municipal de Vila Real. Simpatizante da FRELIMO, do PAIGC, da UNITA e do Futebol Clube de Cabinda.

Passatempos: Artesanato tribal, culto tradicional dos antepassados e kuduro.

Um livro: “Aprender Crioulo em 20 Lições”.

Um filme: “África Minha”.

Música: Doce, Bonga e qualquer coisa que se possa cantar à menino de coro, incluindo o hino nacional.

Ídolo: Cipião, o Africano (e não outro Cipião qualquer).

Particularidades: Nasceu sem lábios.

Paulo Portas – Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros

Nascido em Lisboa em 1962.

Formação: Direito na Universidade Católica Portuguesa. Curso de Etiqueta e Boas-Maneiras no Instituto de Civilidade Filipa Vacondeus

Profissão: Jornalista.

Experiência política: Ministro de Estado, da Defesa Nacional e dos Assuntos do Mar (dos Assuntos do Mar?!). Grande amigo e braço-direito de Manuel Monteiro. Irmão do Miguel. Filho da Helena.

Passatempos: Tentar enfiar a palavra “independente” em conversas com Cavaco Silva o máximo de vezes possível sem parecer fazê-lo só para arreliar. Preparar vichyssoises. Lavoura.

Um livro: “Borda D’Água” (especial preferência pelo calendário de feiras).

Um filme: “20.000 Léguas Submarinas”.

Música: “Yellow Submarine”, Beatles.

Ídolo: Paulo Portas

Particularidades: Sobrinho-neto do piloto Artur de Sacadura Cabral, que protagonizou com Gago Coutinho a primeira travessia aérea do Atlântico Sul. E também de Alípio de Sacadura Cabral, que, em 1931, tentou protagonizar a primeira travessia a salto do Rio Tejo.

Vítor Gaspar – Ministro de Estado e das Finanças

Nascido em Á-dos-Coitados em 1960.

Formação: Economia na Universidade Católica Portuguesa. Formação como Bode Expiatório na Academia “A Culpa Não Morre Solteira”.

Profissão: Economista e professor universitário.

Experiência política: Director do Gabinete de Estudos Económicos do Ministério das Finanças.

Passatempos: Pratica paintball como alvo.

Um livro: “Aceitar Ser Ministro das Finanças de um País Falido É uma Péssima Ideia – Uma Autobiografia” de V. Gaspar (inédito).

Um filme: “Quem Tramou Roger Rabbit?”

Música: Fúnebre.

Ídolo: Joana d’Arc.

Particularidades: Pediu sorte na tomada de posse. HAHAHAHA!

José Pedro Aguiar Branco – Ministro da Defesa Nacional

Nascido no Porto em 1957.

Formação: Direito na Universidade de Coimbra. Cuidados Capilares no Instituto de Beleza Unissexo Francisco Sá Carneiro.

Profissão: Advogado.

Experiência política: Sim. Demasiada.

Passatempos: Estar no governo. Estar na oposição.

Um livro: Anuário do PSD.

Um filme: “A Laranja Mecânica”.

Música: “Paz, Pão, Povo e Liberdade.”

Ídolo: Sá Carneiro.

Particularidades: As que o PSD entender.

Miguel Macedo – Ministro da Administração Interna

Nascido em Braga em 1959

Formação: Direito. Universidade da Vida.

Profissão: Advogado e retroseiro.

Experiência política: Deputado. Vereador na Câmara Municipal de Braga.

Passatempos: Atirar milho aos pombos. Acertar-lhes de vez em quando.

Um livro: “Sandálias de Prata”, Cristina Caras Lindas.

Um filme: “Academia de Polícia 5 – Missão em Miami”.

Música: “O Bicho”, versão de Iran Costa.

Ídolo: Matateu.

Particularidades: Tem um terceiro mamilo. Mas no joelho direito.

Paula Teixeira da Cruz – Ministra da Justiça

Nascida em Luanda em 1960.

Formação: Direito na Universidade Livre e 14 outros cursos em instituições de ensino igualmente fictícias.

Profissão: Advogada e adestradora de gambozinos.

Experiência política: Presidente da Assembleia Municipal de Lisboa. Imperatriz suprema das Fadas de Lálálá.

Passatempos: Acumular apelidos.

Um livro: Sim.

Um filme: Está bem.

Música: Pode ser.

Ídolo: É melhor não.

Particularidades: Prefere a coloração “Loura Estadista” da L’Oréal, a mesma que usam Hillary Clinton e o Ayatollah Ali Khamenei.

Miguel Relvas – Ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares

Criado num laboratório secreto em Lisboa em 1961 a partir do cadáver de Mota Amaral ensopado durante dias em secreções salivares de Cavaco Silva.

Formação: Antinatura.

Profissão: Criatura fantástica.

Experiência política: GRRRRRRRRRRRRRR! MIOLOS!

Passatempos: Roer a madeira das bancadas do parlamento.

Um livro: Com mostarda.

Um filme: “Frankenstein”, qualquer versão.

Música: Grunhidos vários no hemiciclo.

Ídolo: Não compreende o conceito.

Particularidades: Teme apenas o fogo

Álvaro Santos Pereira – Ministro da Economia e do Emprego

Nascido em Viseu em 1972. Renascido em Vancouver em 2000 como Al Santoz Perera.

Formação: Economia na Universidade de Coimbra.

Profissão: Professor universitário.

Experiência política: Tem um blog. Serve?

Passatempos: Hóquei no gelo.

Um livro: “Mala de Cartão”, Linda de Suza.

Um filme: “Era uma Vez na América”.

Música: “Sonhos de Menino”, Tony Carreira.

Ídolo: Joe Berardo.

Particularidades: Os seus conhecimentos de português estão um pouco esbatidos pela longa permanência no estrangeiro. Acredita que “contenção” e “com tensão” significam o mesmo.

Assunção Cristas – Ministra da Agricultura, do Mar, do Ambiente, do Ordenamento do Território, das Sopas Caseiras, dos Bólides de Alta Cilindrada, dos Animais Rastejantes, dos Cometas, dos Asteróides e de Tudo o Que Não Couber em Nenhum dos Outros Ministérios

Nascida em Luanda em 1974

Formação: Direito na Universidade de Lisboa.

Profissão: Professora universitária.

Experiência política: Paulo Portas perguntou-lhe as horas uma vez. Noutra ocasião, discutiu com ela um assunto de grande importância para a vida política do país, mas apenas porque se esqueceu de prender o cabelo e ficou parecida com Nuno Melo.

Passatempos: Ser ministra de muitas coisas.

Um livro: “Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território para Totós”.

Um filme: “A Teia de Carlota”.

Música: Justin Bieber.

Ídolo: Paulo Portas.

Particularidades: Durante visita recente à sede do CDS, o antigo deputado Narana Coissoró, pegou-lhe ao colo, avaliando mal a sua idade e estatuto partidário.


Paulo Macedo – Ministro da Saúde

Nascido em Lisboa em 1963 (parto gratuito).

Formação: Organização e Gestão de Empresas no Instituto Superior de Economia e Gestão (curso que custou os olhos da cara).

Profissão: Gestor (pelo preço certo).

Experiência política: Chefiou a Direcção-Geral de Contribuições e Impostos entre 2005 e 2007 auferindo de um salário rondando os 23 mil euros.

Passatempos: Contar dinheiro.

Um livro: Qualquer um dos seus inúmeros livros de cheques.

Um filme: “A Cor do Dinheiro”

Música: “Money, Money, Money”, ABBA.

Ídolo: Quem pagar mais.

Particularidades: Vende-se.

Nuno Crato – Ministro da Educação, do Ensino Superior e da Ciência

Nascido em Lisboa em 1952

Formação: Doutorado em todos os cursos universitários conhecidos da humanidade.

Profissão: Sábio.

Experiência política: Não precisa.

Passatempos: Tudo.

Um livro: Todos.

Um filme: “Rambo 3”.

Música: “Another Brick in the Wall”, Pink Floyd. Mas salta sempre a parte que diz “Hey, teacher, leave them kids alone”.

Ídolo: Um professor que o levou para uma arrecadação e lhe mostrou pela primeira vez uma hipotenusa.

Particularidades: É, até prova em contrário, a pessoa mais competente do cosmos.

Pedro Mota Soares – Ministro da Solidariedade e da Segurança Social

Nascido em Lisboa em 1974.

Formação: Licenciado em Direito pelo Externato “Joaninhas Trapalhonas”.

Profissão: Advogado, professor universitário e piloto do Campeonato Mundial de Lambretismo.

Experiência política: Deputado e adepto de meios de transporte alternativos. Experimentou deslocar-se para o parlamento de burro, dromedário, andas e ao colo de um senhor espadaúdo contratado para o efeito antes de se render à lambreta.

Passatempos: Polir a lambreta.

Um livro: “Vespa – Uma História Ilustrada”.

Um filme: “Férias em Roma” (sobretudo as cenas com passeios de lambreta).

Música: A aceleração da sua menina.

Ídolo: Rinaldo Piaggio, o inventor da lambreta.

Particularidades: vrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrruuuuuuuuuuuuum

4 Comentários

  1. Só vi agora. Vitor Gaspar e Miguel Relvas, verdadeiramente espectacular

  2. Excelente!

  3. Leonor Sousa diz:

    Muito muito bom: foi a minha leitura de pequeno-almoço de hoje :-)

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *