Ínclita Geração vs. Geração à Rasca: um duelo com golpes baixos

De um lado, seis filhos do Mestre de Avis que inspiraram devaneios poéticos em Camões, do outro, milhares de jovens recém-entrados no mercado de trabalho, procurando remuneração que não os obrigue a partilhar uma gaveta alugada com dez pessoas e a fazer uma refeição de Nestum sem leite em dias alternados. De um lado, a personificação sêxtupla das mais elevadas virtudes da lusitanidade, do outro, a autoproclamada geração mais preparada e capaz da nossa história. Duas gerações, um trono de grandeza. Sem medalha de prata nem menção honrosa. Haverá apenas um vencedor. Que comece o confronto. Vale tudo, incluindo arrancar olhos.

Duarte

O Eloquente

1391-1438

11º Rei de Portugal

Filho primogénito de D. João I, deu continuidade à política de exploração marítima de seu pai. Em apenas cinco anos de reinado, notabilizou-se pela elevação cultural, tendo deixado obra escrita (O Leal Conselheiro, um tratado de ética e moral, e Livro da Ensinança de Bem Cavalgar a Toda a Sela, sobre sexo acrobático). Preparava uma reforma legislativa extensa quando morreu vitimado pela peste.

Marco Pires

Coitado do Marco; Marco, o falhado

1980-…

Jornalista estagiário

Concluída uma carreira académica brilhante, decide dedicar-se à sua grande paixão: o jornalismo. Depois de uma série de estágios não-remunerados, aceita estagiar num jornal de tiragem média cujo director, homem sem escrúpulos, lhe paga uma sandes de fiambre sem manteiga e um chuto no cu por cada dia de trabalho das sete da manhã  às onze da noite. Incapaz de pagar o aluguer do quarto em que vivia, vê-se forçado a regressar a casa dos pais, descobrindo que estes lhe transformaram o quarto numa sauna. Acaba a dormir na varanda, aprendendo a usar o seu fiel cão, o Farrusco, como fonte de calor nas noites frias de Inverno. Começa a dividir a sandes de fiambre sem manteiga em duas partes (almoço e jantar) quando a mãe decide cobrar-lhe pelas refeições, alegando pretender ensinar-lhe que a vida é dura.

Pedro

O Infante das Sete Partidas

1392-1449

Duque de Coimbra

Passou a juventude em viagens pela Europa, conseguindo grande prestígio nas cortes europeias e sendo-lhe atribuído o domínio feudal da cidade italiana de Treviso, além do grau de cavaleiro da ordem inglesa da Jarreteira e da Ordem do Dragão de Segismundo, sacro imperador romano-germânico. Foi regente de Portugal por menoridade do sobrinho, Afonso V, e, alvo de intriga política, acaba por cair em desgraça, morrendo na Batalha de Alfarrobeira.

Mariana Valssassina

Menina Mariana; A Queque Iludida

1985-…

Licenciada em Direito (no desemprego)

Filha de um bem-sucedido empresário de curtumes, decide negar a vontade paterna de a ver integrada na administração do negócio familiar e procura activamente emprego como jurista especializada na defesa em tribunal de animais cujos direitos inalienáveis foram desrespeitados por humanos. Após cinco anos de busca infrutífera, decide voltar a aceitar a mesada oferecida pelo pai, apenas como medida temporária, e muda-se de um T5 para um T4 sem garagem como exemplo da contenção de despesas exigida pela crise.

Henrique

O Navegador

1394-1460

Duque de Viseu, Mestre da Ordem de Cristo

Foi o grande impulsionador da expansão portuguesa, iniciada com a conquista de Ceuta, no Norte de África, que muito promoveu junto do pai, o rei D. João I. Terá fundado uma escola lendária de navegantes e cartógrafos em Sagres, com vista sobre o Oceano Atlântico, cuja exploração foi um dos seus grandes desígnios. Organizou também a conquista de outra praça africana, Tânger, mas não correu bem.

José Manuel Ramos

O Faquir da Rua Augusta

1978-…

Artista de circo

Concluiu com distinção o curso de engolidor de fogo numa conceituada escola de artes circenses e aproveitou o embalo para se formar também em malabarismo com objectos em chamas. Auxiliado por colegas de escola, ocupou uma casa envelhecida numa avenida movimentada e deu contributo inestimável para a fundação da SOVAKO, cooperativa anarco-metamórfica com fins culturais, ecológicos e revolucionários. Actualmente a tentar impedir a entrada no espaço da proprietária idosa, regressada após convalescença hospitalar prolongada. Fabrica toda a roupa que veste com fibras recolhidas naquilo que a sociedade considera lixo.

Isabel de Portugal

1397-1471

Duquesa da Borgonha

Única filha de D. João I e da rainha Filipa de Lencastre, casou em 1430 com Filipe, o Bom, duque da Borgonha, de quem teve três filhos. O único a chegar à idade adulta subiu ao trono da Borgonha e ficou conhecido como Carlos, o Temerário. Isabel foi uma mulher refinada e grande apreciadora das artes, apadrinhando vários artistas e adormecendo em muito poucos recitais.

Rita Sofia Meireles

O Divã Humano

1984-…

Relações Públicas (forçada a trabalhar como secretária)

Veio estudar para a cidade para deixar o ambiente claustrofóbico da sua aldeia natal. Escolheu um curso de Marketing e Relações Públicas numa instituição de ensino superior privada que também funcionava como agência de modelos. Fez castings para cinema e televisão e participou mesmo num espectáculo musical de grande sucesso em que interpretava o papel de “miúda que se despe no palco ao som de José Malhoa”. Abandonado o mundo das artes, conseguiu empregar-se como secretária de um conhecido apoderado tauromáquico, desempenhando funções administrativas, contabilísticas e lúbricas. Nas poucas ocasiões em que visita a aldeia, finge-se feliz e relevante.

João

1400-1442

Condestável do Reino, Mestre da Ordem de Santiago

Participou activamente na conquista de Tânger. Durante o período de instabilidade que opôs partidários do seu irmão Pedro às forças leais à mãe, Leonor de Aragão, esforçou-se por evitar rebeliões populares e defendeu a entrega da regência ao irmão.

Luís Ludgero Monteiro

Luisito, o Erudito

1979-…

Filósofo e cinéfilo

Cursou Medicina até ao terceiro ano, quando percebeu que era um campo do saber demasiado comercial e se matriculou num curso de Filosofia. Doze anos depois, doutorou-se com tese exemplar sobre o materialismo hipnótico húngaro das primeiras décadas do século XIX, com especial atenção dedicada ao núcleo de pensadores reunidos na célebre casa de pasto O Bisonte-Anão de Budapeste e às propriedades psicotrópicas do goulash que frequentemente degustavam. Dedicou o seu primeiro ano pós-doutoramento ao voluntariado, viajando pela província e organizando ciclos de cinema mudo arménio, uma das suas grandes paixões. Quando não ocupa o seu lugar cativo na Cinemateca, ocupa-se a escrever poesia em esplanadas variadas e a publicar comentários de grande relevância política e cultural no seu blogue. Lamenta que não exista em Portugal um mercado filosófico que lhe permita trabalhar na sua área de eleição e não descarta a possibilidade de emigrar para um país menos mainstream.

Fernando

O Infante Santo

1402-1433

Administrador da Ordem de Avis, beato da Igreja Católica Apostólica Romana

Como filho mais novo, não lhe cabiam os privilégios atribuídos aos irmãos e procura conquistar benefícios com as conquistas em África. Participa no descalabro da conquista frustrada de Tânger e, aquando da retirada inglória, é deixado nas mãos dos muçulmanos como garantia da devolução de Ceuta. A sua carreira militar terminou aí, mas a de mártir iniciou-se logo a seguir.

Diogo Almeida de Sá

Trotsky

1983-…

Desempregado

Não trabalha porque não precisa. Uma herança de um tio rico permite-lhe dedicar-se a tempo inteiro ao activismo político e aos protestos contra a precariedade. Não perde uma manifestação. Anseia por fundar um Bloco de Esquerda dentro do Bloco de Esquerda. Ri-se quando lhe dizem que não percebem.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *