Nuno Crato admite fundir universidades com hipermercados para aumentar empregabilidade

O ministro da Educação mostrou-se recetivo à possibilidade de fundir instituições de ensino superior com grandes superfícies comerciais como elemento determinante na sua estratégia de redução de despesas, melhor aproveitamento de recursos e aumento da empregabilidade dos estudantes que concluem os cursos respetivos. Sem haver ainda um plano definido, esta reformulação poderá passar, numa primeira fase, pela fusão experimental da Universidade de Lisboa com o hipermercado Continente da Amadora, canalizando-se para a loja do grupo Sonae os licenciados que não sejam facilmente empregáveis (basicamente, todos os que concluam cursos de letras e muitos de outras áreas).

“Numa altura em que tanto se fala da necessidade de impedir a fuga de cérebros do país,” referiu Nuno Crato, “acreditamos que esta medida permitirá que a formação académica paga com fundos públicos beneficie a população. Mesmo que esse benefício se concretize numa passagem fluida das compras pelo leitor de código de barras na caixa ou na arrumação de pacotes de leite e latas de atum de acordo com o imperativo categórico kantiano.” A medida poderá ir além das fronteiras nacionais, encontrando-se em estudo a fusão de outras universidades com condomínios fechados na Alemanha, o que possibilitará canalizar jovens recém-formados em Portugal para trabalhos domésticos não remunerados que lhes permitirão enriquecer o seu currículo.

Outra ideia em estudo será a extinção de alguns cursos e a fusão de outros. Os cursos de Comunicação Social poderão ser fundidos com os cursos de artes circenses do Chapitô e os cursos de Direito passarão a ter uma componente de telemarketing, por exemplo. Numa segunda fase, está já praticamente assegurada a fusão entre os cursos de Relações Internacionais e cursos de artesanato com missangas por se entender que os licenciados deverão ter pelo menos uma competência real.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *