Avião da Malaysia Airlines transportava certificado de habilitações de Miguel Relvas

relvasmalaysia

O voo MH370 da Malaysia Airlines transportava no porão a prova derradeira da legitimidade da licenciatura de Miguel Relvas. Tratava-se do certificado de habilitações emitido pela Universidade Lusófona, com um anexo explicando de forma conclusiva que é perfeitamente possível completar num único ano um curso de três quando se tem as equivalências certas, uma grande força de vontade e um sorriso vencedor.

Esta informação foi prestada pelo staff do novo líder do conselho nacional do PSD, através de um porta-voz muito parecido em tudo com o próprio Miguel Relvas, distinguindo-se apenas por um farfalhudo e lustroso bigode.

A intenção original terá sido enriquecer ainda mais a formação em Ciência Política e Relações Internacionais, enviando o documento numa demorada viagem à volta do mundo em representação do titular, enquanto o antigo ministro Adjunto se ocupava em Portugal a fazer política de forma profundamente científica.

Com o extravio aparente da documentação, Miguel Relvas apela agora ao fim das suspeitas lançadas sobre a sua formação académica em sinal de respeito para com as vítimas mortais do acidente aéreo e pede que, se não for grande incómodo, lhe deixem de atirar objetos malcheirosos na rua.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *