Capitães de Abril substituídos na Assembleia da República por efígies em papelão

25Abril13_AssembleiaLisboa

Numa reviravolta que poucos esperariam, os Capitães de Abril estiveram presentes na sessão comemorativa do Dia da Liberdade na Assembleia da República, com as suas efígies em papelão ocupando a tribuna de honra. A ideia partiu de Assunção Esteves, presidente do parlamento, que não quis deixar de ter os militares de Abril representados na comemoração da revolução que levaram a cabo.

“Era imperioso ter connosco os militares que fizeram o 25 de Abril,” considerou. “E eles aqui estiveram, ouvindo ordeiramente na sua placidez bidimensional.” A quem a acusa de ter convidado efígies em papelão para evitar que se manifestassem de forma audível, Assunção Esteves recorda que nada impediu os Capitães de Abril de papelão de expressarem a sua opinião e que Cavaco Silva se fez representar por uma figura de contraplacado e isso não o impediu de discursar.

Também no evento organizado pela Associação 25 de Abril no Largo do Carmo estiveram representados os titulares dos mais altos cargos do país, atribuindo-se a culpa aos serviços de limpeza da Câmara Municipal de Lisboa e aos proprietários de cães menos consciencializados da necessidade de recolher os dejetos do animal.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *