Cavaco elogia vitalidade da democracia chinesa

cavaco-silva-d035

O Presidente da República aproveitou a visita oficial à República Popular da China para tecer elogios à democracia daquele país, referindo que “Portugal teria muito a aprender com o exemplo de vitalidade e sustentabilidade da democracia chinesa”. As declarações foram feitas após visita à maior fábrica de pioneses do mundo, onde Cavaco Silva pôde assistir a um documentário de três horas sobre o pionés e suas múltiplas vicissitudes.

“Constato com agrado,” afirmou o Presidente, “que as forças partidárias chinesas conseguem ultrapassar as suas divergências pelo bem do país, falando a uma só voz. E não me parece que alguém mande trabalhar o presidente Xi Jinping ou insinue que pratica qualquer disciplina das artes circenses.”

O casal presidencial foi levado em seguida a uma exploração pecuária onde o líder português, a quem os chineses chamam 同志干棒 (“camarada pau seco”) pôde assistir maravilhado à ordenha de milhares de vacas por cidadãos chineses em regime de voluntariado obrigatório. Enquanto isso, a Primeira Dama, Maria Cavaco Silva, explicava aos anfitriões que sempre nutriu uma grande simpatia pela cultura local, sobretudo pelas árvores bonsai e pela vistosa gastronomia à base de peixe cru.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *