Assaltante mascarado de Pepe rouba banco sem precisar de arma

Fotos-de-Coleccao-completa-12-mascaras-Galp-Selecao-Nacional_457080393_1

Um homem com a máscara de Pepe, central da seleção portuguesa, assaltou ontem à tarde uma agência bancária de Penamacor sem usar qualquer arma branca ou de fogo e limitando-se a ameaçar cabecear os funcionários e clientes presentes no local. O indivíduo pôs-se em fuga com os seus cúmplices, levando uma quantia não especificada e sem que o assalto provocasse quaisquer ferimentos.

Além de “Pepe”, o líder do grupo e responsável por abordar os funcionários e exigir o dinheiro, integravam a quadrilha um indivíduo mascarado de Fábio Coentrão, que bateu com o pé na esquina de um balcão e saiu a coxear, outro mascarado de Rui Patrício, que terá deixado cair os sacos de notas que lhe foram atirados para consternação dos comparsas, e um terceiro mascarado de Hugo Almeida. Este último acabaria por ficar acidentalmente trancado no cofre sem que isso preocupasse grandemente os restantes bandidos e seria capturado pelas autoridades.

As máscaras usadas no assalto integram uma coleção oferecida como brinde por uma conhecida marca de combustíveis que se recusou a comentar o sucedido. As testemunhas do assalto consideram-se afortunadas, já que, apesar do susto, não integrava a quadrilha qualquer elemento mascarado de Bruno Alves ou de Raul Meireles, algo que teria deixado marcas profundas.

A PSP deteve para identificação um homem mascarado de Cristiano Ronaldo que se encontrava nas imediações, mas apurou-se que o indivíduo não tinha qualquer ligação com os criminosos.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *