Salário mínimo poderá aumentar para 450 euros e um naco de carvão

coal_hands

O ministro da Solidariedade e Segurança Social deixou hoje escapar a possibilidade de o salário mínimo poder vir a ser aumentado para 450 euros e um naco de carvão. O assunto foi referido numa feira de emprego para anões em Tondela, certame organizado para abrir os horizontes da população anã nacional a atividades que vão além da exploração mineira e da destruição de anéis amaldiçoados em vulcões ativos.

“Poderá parecer a um leigo que 450 euros é uma quantia inferior aos atuais 485, mas é preciso não esquecer que o carvão é muito semelhante na sua composição ao diamante e que o naco de carvão equivalerá praticamente a um objeto de grande valor”, explicou o ministro a um homenzinho diminuto sentado no seu colo, que lhe mordeu e fugiu em seguida, alegando ser um hobbit e não um anão.

Quanto à possibilidade de atualizar as pensões com o acréscimo de uma palmadinha nas costas, Pedro Mota Soares, dorido pela dentada, foi delegando uma atualização desse tipo para “quando a conjuntura o permitir”.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *