Soares dos Santos pede aumento do salário mínimo para quem trabalhe 20 horas por dia

soaressantos.fw

O antigo presidente do grupo Jerónimo Martins apoia o aumento do salário mínimo mas apenas para trabalhadores que saibam merecê-lo, trabalhando vinte horas por dia ou mais.

“Muitos trabalhadores portugueses têm horários pouco produtivos, trabalhando cerca de dez horas num dia com vinte e quatro. É uma percentagem reduzidíssima!”, afirma o antigo patrão de um dos maiores grupos empresariais do país. “Sei que alguns passam mesmo metade dessas vinte e quatro horas a dormir, o que é escandaloso”, acrescenta.

Em relação a quem antes julgou que pedia aumento do salário mínimo para todos os trabalhadores, Soares dos Santos é claro: “Isso seria absurdo. Não podemos pagar mais a quem não quer trabalhar mais. Os supermercados do nosso grupo chamam-se Pingo Doce e não Pingo Otário.”

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *