Opositores do acordo ortográfico exigem que “fizeste” volte a ter hífen

740707

Um grupo de 300 entusiastas da língua manifestou-se hoje à porta do Ministério do Ambiente para exigir que sejam devolvidos à ortografia de conjugações verbais como “fizeste” ou “trabalhaste” os hífenes em má hora abolidos pelo último acordo ortográfico. O local do protesto foi escolhido à sorte porque ninguém sabia muito bem que ministério regia as questões ortográficas, mas o ministro Jorge Moreira da Silva recusou receber uma delegação dos manifestantes por se encontrar ocupado a sorrir para a parede e a tentar acreditar que é mesmo ministro, concretizando o seu único sonho de menino.

O protesto foi liderado por Balduína Lelé, técnica oficial de contas, ativista anti-acordo e colecionadora de caricas. “Quere-mos poder escrever como aprende-mos”, explicou, escrevendo as suas declarações num caderno e explicando que, depois da implementação do acordo, descobriu uma paixão tão intensa pela expressão escrita que deixou de se exprimir oralmente. “Se não receberem-nos derivado à intransigência deste governo, vamos imolar-nos pelo fogo aqui mesmo”, acrescenta, sem medo de levar a defesa das suas convicções até ao fim.

As alterações trazidas pelo acordo ortográfico estão longe de ser unânimes e têm motivado protestos de intensidade variável, indo de simples comentários depreciativos a intifadas de bairro ou a casos de pessoas que passam a escrever com carateres cuneiformes como protesto.

(Este texto não foi escrito segundo as regras de qualquer ortografia.)

5 Comentários

  1. Isso de nunca ter tido hífen é muito subjectivo. Quem somos nós para julgar ou para impor factos do passado aos outros?

  2. “Fizeste”, “queremos” nunca teve hífen -.-

    • R. Carreira diz:

      Obrigado, Tiago. O seu comentário foi muito útil.

      • João Não-Carreira diz:

        Rime com os dois.

        • João Não-Carreira diz:

          Me-voltei a rir com “O seu comentário está preso no trânsito.”.

          Eu acho que tenho necessidades especiais uma vez que tenho necessidade em mostrar que riome, Rioyou. E também troca os dilhos. Quem não sabe o que é um dilho, que pesquise no dicionarío.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *