Homem com três pénis acusa comunicação social de favorecer homem com dois pénis

Banana-Double5

Matusalém Monteiro é um sofredor de trifalia, anomalia congénita rara caraterizada pela existência de três pénis e afetando um em cada vinte milhões de homens (desconhece-se a difusão da anomalia entre as mulheres porque a comunidade médica nunca se interessou pelo outro lado da questão), que se considera injustiçado pela cobertura dada pela comunicação social portuguesa a um cidadão estrangeiro que nasceu com dois pénis.

“Quer dizer, um gajo nasce com dois, toda a gente fala nele e publicam-lhe uma autobiografia”, afirma Matusalém. “Mas se calha a nascer com três, é um desgraçado e ninguém quer saber. Ora isto não está correto.” A APPPM (Associação Portuguesa de Pessoas com Peças a Mais) pondera oficializar uma queixa por discriminação gravosa junto dos tribunais, exigindo igualdade de tratamento.

O trifálico português trabalha como bate-chapas e nunca escreveu uma autobiografia porque não se dá bem com as letras. O maior incómodo causado pela sua condição é a necessidade de pedir a alguém que lhe dê uma mãozinha sempre que precisa de urinar.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *