Cofres do país estão cheios mas não se sabe de quê

bank-vault

Ao contrário do que aconteceu com os contratos swap, Maria Luís Albuquerque não mentiu desta vez ao afirmar que os cofres do país estão cheios, mas ninguém sabe ao certo de quê.

Os cofres de que se fala estão localizados numa caverna por baixo do Palácio de São Bento e, durante a sua abertura recente, a ministra e respetiva equipa verificaram que se encontram cheios de uma matéria de cor e textura indefinível com odor que mistura em partes iguais bolor, frango assado e perfume Chanel N°5 . Pensa-se que poderá ser um subproduto segregado pela alta política que se faz diariamente à superfície, mas também pode ser apenas a mistura dos esgotos de uma perfumaria, de uma churrasqueira e dos dez anos de governos Cavaco Silva.

Por enquanto, não se conhece aplicação prática da substância, mas é perfeitamente possível que venha a ser utilizada em prol da prosperidade nacional. Ou então não.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *