Homem mata mulher e filhos depois de se suicidar com tiro na cabeça

37493_cat_kitten_orange_kitten

Um homem de x anos horrorizou a aldeia pacata de Lksjdaksas, no Leste da antiga república soviética do Istãoistão, ao matar a mulher e os dezanove filhos (com idades compreendidas entre os dois meses e os setenta e cinco anos) instantes depois de se ter suicidado com um tiro de morteiro na cabeça.

O indivíduo, desempregado, alcoólico, viciado em quatro ou cinco drogas diferentes e habituado a ouvir música muito alta, era também adorador de Satanás e matara os oito gatinhos da família no dia anterior, arrancando-lhes as cabecinhas adoráveis à dentada. Os vizinhos referem que era uma pessoa aparentemente normal.

Contactado pela inÉpcia, um psicólogo especialista em comportamentos horríveis considerou que este tipo de fenómeno poderá ocorrer a qualquer momento e chamou a atenção para os sinais de alarme a que deveremos manter-nos atentos. Sempre que se observe em alguém uma tendência para coçar demasiado a nuca, olhar matreiro, gosto pelo uso de roupa castanha, travessia de ruas fora da passadeira ou mesmo caspa, o cidadão consciencioso deverá alertar as autoridades depois de fazer justiça pelas próprias mãos, golpeando repetidamente o prevaricador na cabeça com um tijolo.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *