Mãe e esposa do adepto agredido em Guimarães chamadas à esquadra para completar espancamento familiar

Untitled-1

A mãe e a mulher do homem agredido por um subcomissário da PSP no exterior do estádio do Vitória de Guimarães foram convocadas à esquadra mais próxima da sua área de residência para poderem receber o espancamento devido, completando-se assim a agressão física ou psicológica a todos os elementos da família. Esta decisão prende-se com a vontade de converter o espancamento familiar parcial em espancamento familiar completo, diminuindo a quantidade de formulários a preencher pelos agentes da autoridade.

O espancamento aos dois elementos em falta (ainda não se sabe se o canário integra oficialmente o agregado familiar, pelo que a sua convocatória ficará suspensa) será ministrado pelo próprio subcomissário em deslocação especial ou por outro elemento da Unidade de Brutalização de Pessoas Inofensivas.

Entretanto, a PSP recomendou aos cidadãos que evitem frequentar com crianças e idosos locais onde exista grande concentração de polícias armados com bastões.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *