Saddam Hussein condenado a título póstumo por dar visibilidade a José Rodrigues dos Santos

phpThumb

O ditador iraquiano executado em 2006 por deixar crescer as unhas até um comprimento inaceitável foi ontem condenado a título póstumo por um tribunal de Bagdad pelo efeito secundário imprevisto da sua invasão do Kuwait em 1990: transformar José Rodrigues dos Santos (então um jovem e humilde apresentador do noticiário da meia-noite) numa das principais figuras do panorama jornalístico-circense português.

O apresentador de telejornais, autor de livros sobre a genitália dos seus ascendentes masculinos e partidário de generalizações maldosas sobre grupos de pessoas não comentou por se encontrar ocupado a treinar piscadelas de olho ao espelho e a escrever três romances em simultâneo.

Saddam Hussein também não comentou por se encontrar em estado de blackout permanente, mas fontes próximas do antigo líder acreditam que se arrependeria mais disto do que de chacinar curdos com armas químicas.

Um comentário

  1. Sr. Fernando diz:

    Isso!

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *