Para tornar presidência menos formal, Palácio de Belém passa a ter um estendal

Lisboa - Palacio de Belem - 2007-03-25 - 024

Quem passar por Belém poderá, em breve, maravilhar-se com o tradicional estendal português na residência oficial do presidente da república cuja instalação foi ordenada por Marcelo Rebelo de Sousa como mais um esforço para desformalizar (desenformar?) a presidência.

O primeiro presidente vivo em dez anos deu ainda instruções para que o estendal seja usado exclusivamente para secar cuecas, peúgas e os napperons com assinatura de Joana Vasconcelos deixados por Maria Não Sei Quê, esposa do inquilino anterior.

Num primeiro momento, os serviços do palácio interpretaram mal a ordem e, conhecendo a veia livresca do novo chefe de estado, decoraram o muro exterior com obras do romancista francês Stendhal, mas o erro já foi corrigido.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *