Inépcia: s.f. (do latim "ineptia") 1-Falta de aptidão ou habilidade. 2-Imbecilidade 3-Acto ou dito absurdo.
www.inepcia.com

Novo estádio do FC Porto vai chamar-se Rui Rio

O novo estádio do Futebol Clube do Porto será baptizado com o nome do presidente da Câmara, Rui Rio, numa mostra de “boa vontade e desejo de resolver divergências passadas a bem do desporto e da cidade,” de acordo com o presidente do clube, Jorge Nuno Pinto da Costa. Quanto ao nome “estádio do dragão” que antes fora anunciado, o presidente portista explicou que foi só uma piada “para nos rirmos todos um bocadinho à vossa custa porque é um nome tão ridículo que não passa pela cabeça de ninguém.”

Pinto da Costa afirmou ainda que “é uma cedência da nossa parte para que as relações entre o FC Porto e a Câmara, que sempre foram as melhores, voltem ao que eram.” Colocado perante a hipótese de esta iniciativa ser apenas uma forma de provocação ao autarca, Pinto da Costa é peremptório. “Provocação? Eu cá não provoco ninguém. Se esse senhor, que eu continuo sem conhecer porque nunca me foi apresentado, se sentir provocado é lá com ele,” explica.

O novo estádio terá uma lotação de 52.000 lugares e será o palco do jogo de abertura do Euro 2004 e de outros jogos do torneio. Inicialmente, acreditou-se que receberia o mesmo nome do velho estádio das Antas mas a nova designação foi escolhida por uma comissão composta por vários dirigentes portistas e encabeçada por Pinto da Costa e pelo seu irmão, o outro Pinto da Costa (o dos mortos). Inicialmente, foram indicadas várias possibilidades para o nome do novo estádio entre as quais as mais populares foram “estádio Sandeman” (hipótese patrocinada por uma conhecida marca de vinho do Porto), “estádio Rosa Mota” (hipótese patrocinada pela própria), “estádio Pedro Abrunhosa” (hipótese que ninguém se lembra muito bem de onde apareceu) e a proposta da claque Super Dragões: “estádio NÓS-SÓ-QUEREMOS-LISBOA-A-ARDER-CARAGO!”

Desde a sua eleição, Rui Rio tem levado a cabo uma política de separação entre poder autárquico e futebol que muitos vêem como antagonismo forçado e má vontade. Uma das últimas polémicas surgiu com a recusa do autarca em abrir as portas dos paços do concelho à equipa do Porto no último dia do campeonato para comemorar a conquista de mais um título, adiando a celebração para a tarde do dia seguinte, o que desagradou profundamente à direcção e massa associativa do clube.

O presidente da Câmara já reagiu à escolha do seu nome para o novo estádio, afirmando que “a escolha do nome do estádio é da responsabilidade exclusiva do Futebol Clube do Porto e terei todo o gosto em que o estádio tenha o meu nome. Infelizmente, não poderei estar presente na cerimónia de inauguração, independentemente da data em que esta se venha a realizar, pois estarei muito ocupado a cortar as unhas dos pés.”

A direcção do clube anunciou também que assim que estejam concluídos os trabalhos de construção, será inaugurada uma estátua em homenagem a Rui Rio que representará o autarca debruçado e a ser sodomizado por cinco culturistas bem dotados em fila indiana. O monumento, encomendado a um sobrinho de Pinto da Costa com jeito para as artes, terá como título: “Toma lá, Ruizinho-Uma homenagem sentida do FCP.”

Recuar