E-zine satírico sem corantes nem conservantes

BE e PCP resolvem diferendos com batalha campal

O Bloco de Esquerda e o Partido Comunista Português estão decididos a resolver de uma vez por todas as constantes trocas de comentários negativos que têm ocorrido de parte a parte desde que o Bloco começou a crescer nas intenções de voto e a rivalizar com o PCP como força política principal à esquerda do PS.

Com a constatação de que o debate de ideias já não leva a lado nenhum, as direcções de ambos os partidos entenderam que chegou a altura de passar das palavras aos actos e convocar uma batalha campal que permita resolver todos os diferendos existentes.

A zaragata está marcada para um descampado nos arredores do Seixal e as regras são as habituais neste tipo de certame, ou seja, vale tudo menos arrancar olhos e, se a coisa for discreta, também pode saltar um olho ou dois. Estão convocados todos os militantes de ambas as forças e todos os indecisos que decidam dar o seu contributo a um ou a ambos os lados.

Merece especial atenção o confronto entre Odete Santos, "o furacão do Parque Mayer," e Ana "Formiga Atómica" Drago.
Findas as hostilidades, um árbitro imparcial (fala-se em Adriano Moreira, antigo ministro de Salazar e alguém que, por odiar as duas partes de igual modo, não tem motivos para favorecer uma ou outra) contará o número de vítimas mortais, avaliará as mazelas em termos de gravidade, originalidade e valor estético e anunciará o vencedor.

O partido derrotado compromete-se em entregar os seus lugares no Parlamento ao vencedor e em oficializar a sua rendição ao capital. De seguida, todos os militantes deverão inscrever-se na JSD para verem como elas mordem.

www.inepcia.com