Inépcia: s.f. (do latim "ineptia") 1-Falta de aptidão ou habilidade. 2-Imbecilidade 3-Acto ou dito absurdo.
www.inepcia.com

Catherine Deneuve no governo português

A Inépcia sabe de fonte mais ou menos segura que a actriz francesa Catherine Deneuve será convidada por Durão Barroso para integrar o executivo que resultará de uma remodelação governamental a ter lugar em breve.

A actriz deverá tornar-se ministra sem pasta do governo da coligação PSD-CDS de forma a acabar de uma vez por todas com as suspeitas de que uma personalidade ligada a um destes partidos terá sido vista num parque público lisboeta envergando uma peruca loura que lhe valeu a alcunha “Catherine Deneuve” e perseguindo rapazinhos.

Desta forma, mais uma vez fica provado que a melhor maneira de lidar com um boato, fundamentado ou não, é torcê-lo a nosso gosto e transformá-lo em facto, ou seja, quando alguém insinuar que há uma Catherine Deneuve em posição de destaque no PSD ou no CDS, a resposta de quem de direito passará a ser: “Pois há. E daí?”
A história da “Catherine Deneuve” portuguesa foi referida pela primeira vez na revista francesa “Le Point” e, de então para cá, tem sido ignorada em Portugal quer pelas esferas políticas quer pela própria comunicação social por motivos que permanecem por esclarecer.

Catherine Deneuve é uma das actrizes mais conceituadas do cinema europeu com mais de noventa filmes no seu curriculum, tendo trabalhado com realizadores como Luis Buñuel, Lars Von Trier, François Truffaut ou o português Manoel de Oliveira em quase cinquenta anos de carreira.

O veterano realizador português desempenhará um papel fundamental na remodelação governamental planeada pelo primeiro-ministro. Oliveira será em breve contactado por Durão Barroso que lhe pedirá o contacto da actriz com quem trabalhou em “Vou para Casa” e “O Convento.” Durão ainda não contactou o realizador para averiguar qual será a sua disponibilidade para ajudar mas está convicto de que “o senhor Manoel de Oliveira, como bom português que é, não hesitará em abrir a sua agenda pessoal para o bem de todos os portugueses e da minha imagem que não tem andado famosa com esta escandaleira toda.”

A Inépcia contactou o empresário de Catherine Deneuve com o objectivo de saber qual será a disponibilidade da actriz para integrar o governo português mas fomos informados de que nem o empresário nem a actriz têm conhecimento da situação mas “madame Deneuve vai estar muito ocupada a cortar as unhas para aceitar convites deste género” e que essa tarefa se prolongará enquanto houver interesse em oferecer-lhe um lugar no governo português por uma estranha coincidência.

Recuar