E-zine satírico sem corantes nem conservantes

Cinzas de Álvaro Cunhal lançadas de avião sobre Fátima

As cinzas do lendário dirigente comunista Álvaro Cunhal, o homem que orientou os destinos do PCP durante três décadas, serão lançadas de avião sobre o santuário de Fátima e arredores de acordo com informação veiculada pelos serviços centrais do Partido Comunista Português.

De acordo com o secretário-geral, Jerónimo de Sousa, “esta foi a última vontade do camarada Álvaro Cunhal conforme está expresso no testamento que nos deixou.” Quanto ao propósito deste bizarro ritual fúnebre, não foram prestados quaisquer esclarecimentos mas fontes próximas de Cunhal, gente que conhecia bem o seu lado mais íntimo e que raramente deixava transparecer em público, não hesitam em ver aqui uma manifestação derradeira do grande sentido de humor que possuía e que podia ser bastante retorcido como fica provado. “Cá para mim, só há um motivo para ter deixado esta vontade escrita no testamento,” refere Mateus, um antigo companheiro de clandestinidade que passou uma semana escondido com Cunhal numa banca do Mercado da Ribeira, ambos disfarçados de couve tronchuda, “E esse motivo é: chatear os beatos.”

Com efeito, se o objectivo era esse, parece ter sido atingido já que a reacção indignada da Igreja Católica não tardou. D. Serafim Ferreira e Silva, bispo de Leiria-Fátima, considerou o lançamento de cinzas humanas a partir de um avião pouco higiénico em geral e particularmente ultrajante para os católicos de Portugal e do mundo por se tratar das cinzas de alguém que professava uma ideologia em tudo contrário à ideologia católica e por se pretender fazê-lo num local tão significativo para o catolicismo mundial como é o santuário de Fátima.

A cerimónia do lançamento das cinzas será feita a partir de um avião que o PCP já fretou a particulares e a bordo do qual estarão figuras destacadas da vida do partido e antigos companheiros de luta de Cunhal.
Numa tentativa de minorar os danos, a direcção do santuário e a Junta de Freguesia de Fátima aliaram esforços para pensar numa solução e pretendem cobrir as infra-estruturas religiosas, os locais mais significativos da história das aparições e também outros locais emblemáticos como o célebre museu de cera local com uma gigantesca lona que impeça o contacto com as cinzas. De igual forma, foi recomendada a utilização de máscaras no dia do lançamento e nos dias seguintes a todos os cidadãos de Fátima e localidades limítrofes. Um dos maiores medos é que possa haver sacerdotes, freiras e leigos devotos a respirar partículas de cinza, o que quererá dizer que ficarão com parte de Álvaro Cunhal dentro dos seus organismos.

Espera-se o anúncio de uma manobra de retaliação para breve que, ao que tudo indica, passará pela utilização de aviões de combate a incêndios para derramar água previamente benzida sobre a sede do PCP, baptizando à força todos os que se encontrarem no edifício. A possibilidade de cremar os restos mortais da Irmã Lúcia, vidente de Fátima, e lançá-los sobre o recinto da próxima Festa do Avante ainda está em estudo.

www.inepcia.com