Inépcia: s.f. (do latim "ineptia) 1-Falta de aptidão ou habilidade. 2-Imbecilidade 3-Acto ou dito absurdo.
www.inepcia.com

Comunidade internacional decide ignorar posição portuguesa perante crise iraquiana

Apesar dos esforços do governo português em marcar uma posição de firmeza em relação à crise instalada entre os Estados Unidos e o Iraque, a comunidade internacional não dá qualquer relevância à tomada de posição de Portugal que, como se sabe, apoiará oficialmente os Estados Unidos em caso de ataque ao país de Saddam Hussein.

"É inaceitável," considera o primeiro-ministro Durão Barroso, "Este governo está a fazer um esforço sério para honrar os nossos compromissos internacionais e depois ninguém nos liga nenhuma."

O primeiro sinal de que algo não estava bem foi o facto de, sempre que os media internacionais fazem alusão aos países da União Europeia que apoiam os Estados Unidos nesta questão, se referir o Reino Unido, a Espanha e a Itália mas nunca Portugal, o que já motivou a apresentação de uma queixa oficial do governo português aos principais órgãos de comunicação mundiais. Até agora, a única resposta veio da CNN, o canal noticioso mais visto em todo o mundo, que garantiu por carta que "não houve qualquer intenção de desprezar Portugal" e que "a CNN tem um profundo e inabalável respeito por Portugal, pelo seu povo, pelos contributos que os portugueses têm dado ao mundo ao longo dos séculos e o mesmo é válido para todos os outros países da América Latina."

A situação está-se a tornar de tal maneira grave que o governo português está a ponderar apresentar uma moção à assembleia-geral das Nações Unidas visando autorizar acções militares contra todos os países que não saibam apreciar de forma devida a relevância profunda de Portugal no contexto geopolítico actual. Essas acções militares seriam levadas a cabo por uma coligação internacional, semelhante à que agora se prepara para atacar o Iraque, encabeçada pelos Estados Unidos cabendo a Portugal o papel de mentor espiritual da operação.

A Inépcia tentou obter comentários à posição portuguesa junto dos governos dos países envolvidos na discussão em torno de uma potencial guerra com o Iraque mas os resultados ficaram muito aquém do esperado. O Reino Unido mostrou o seu apreço pelo apoio português e promete compensar Portugal com um aumento do apoio monetário aos países do terceiro mundo. Os Estados Unidos remeteram uma resposta para daqui a um mês depois de se certificarem da localização exacta de Portugal no mapa enquanto que a França e a Alemanha negaram qualquer tipo de desprezo intencional a Portugal e aos portugueses até porque, de acordo com as fontes contactadas "é difícil arranjar mulheres da limpeza e pedreiros de jeito hoje em dia."


Recuar