Inépcia: s.f. (do latim "ineptia) 1-Falta de aptidão ou habilidade. 2-Imbecilidade 3-Acto ou dito absurdo.
www.inepcia.com

Porto e Sporting patrocinam demolição do estádio da Luz

As direcções do Porto e do Sporting assumirão parte das despesas da demolição do estádio da Luz que terá lugar em breve depois do último jogo da equipa no estádio no dia 22. Trata-se de um esforço financeiro considerável que os dois clubes tradicionalmente rivais do Benfica suportarão como prova da estima que sentem pelo clube encarnado.

"As pessoas às vezes pensam que nós não gostamos do Benfica mas é mentira. É por gostarmos tanto do Benfica que até vamos ajudar a deitar o estádio da Luz abaixo," afirmou Pinto da Costa, presidente do Porto com um grande sorriso nos lábios, acrescentando que "já sonhava há muito tempo com isto e fico muito contente por poder participar."

Quanto ao presidente sportinguista, Dias da Cunha, foi menos expansivo nas suas declarações, considerando que "a beleza do futebol está nestes pormenores. Estádios a cair, bancadas reduzidas a escombros, balizas enviadas para o ferro-velho. E se quiserem, até ajudamos a direcção do benfica a livrar-se daquela estátua do Eusébio e da águia mesmo que o bronze esteja com a cotação em baixo." Questionado directamente sobre o que o levou a dar o aval a esta comparticipação nas despesas de demolição do estádio do maior rival do Sporting, Dias da Cunha começou a espumar da boca e a gritar coisas como "Deixem-me! Deixem-me em paz!", caindo no chão sem sentidos pouco depois. Mais tarde, no hospital, a Inépcia soube que o presidente confundiu a palavra "aval" com outra parecida que lhe trouxe más recordações de um passado recente.

Tanto os dirigentes do Porto como os do Sporting já levaram este auxílio ao Benfica mais longe, propondo soluções para o futuro do terreno após demolição do estádio. Assim, Dias da Cunha propõe que se construa um monumental aterro sanitário enquanto que Pinto da Costa sugere que o terreno seja coberto de sal e rodeado por uma cerca de arame farpado electrificado.

O presidente encarnado, Manuel Vilarinho, agradeceu as manifestações de amizade dos dois clubes e afirmou que "sempre soube que eles no fundo eram amigos do Benfica." Vilarinho aproveitou a oportunidade para agradecer também os carregamentos de bosta de vaca e de animais mortos que os dois presidentes rivais lhe têm enviado para casa nos últimos tempos e que "muito jeito têm dado."


Recuar