E-zine satírico sem corantes nem conservantes

Desporto

Trocas e baldrocas

Luís Filipe Menezes será o próximo treinador do Benfica

O presidente cessante do PSD é o senhor que se segue na orientação da equipa de futebol do Benfica, depois de ter convocado eleições partidárias e garantindo que não se recandidatará. A transição não surpreende pois as semelhanças entre o PSD e o Benfica são inúmeras (trata-se de nomes grandes da política e do futebol com palmarés riquíssimo, desempenho actual risível, com uma vitória recente que apenas confirmou a regra e com instabilidade interna quase lendária). O abandono do cargo ter-se-á devido apenas em parte às críticas de que Menezes tem sido alvo no interior do partido, existindo já um convite oficial da direcção encarnada, formulado pouco após a demissão de José António Camacho. Para o presidente benfiquista, Luís Filipe Vieira, Menezes é o homem certo. E, quando lhe perguntam porquê, limita-se a responder: “Porque não?” No banco encarnado, Menezes terá como adjunto Marco António Costa, líder da distrital portuense do PSD e seu vice-presidente na Câmara de Gaia. Sempre que os deveres autárquicos colidam com os deveres desportivos, o técnico será substituído por Pedro Santana Lopes, rejeitando-se desde já quaisquer insinuações de que a equipa técnica seja bicéfala. Refira-se ainda que o actual treinador benfiquista, Fernando Chalana, anunciou a sua candidatura à presidência do partido sob o lema “Havemos de ganhar se Deus quiser… ou talvez não.” 18/4

Muito riso, pouco siso

Hermínio Loureiro triste por ninguém ter percebido a sua brincadeira de 1 de Abril

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional manifestou o seu desgosto pela forma como foi recebida a partida do dia das mentiras deste ano, que tanto trabalho lhe deu a preparar. Em lágrimas, Hermínio Loureiro explicou que a celebração do 1 de Abril é uma tradição familiar e que, todos os anos, lança na véspera as bases de uma mentira rebuscada que desenvolve no dia seguinte. Desta vez, não o pôde fazer. “Quando me preparava para dar mais pormenores,” explica, “já estava nos jornais todos que a Liga ia punir o FC Porto por tentativa de corrupção.” Se a comunicação social tivesse revelado maior sentido de humor, teria sido das melhores mentiras da sua carreira. A perda de seis pontos e suspensão por meses de um dirigente por tentativa de corrupção, aliando-se à insistência de aplicar o castigo já esta época, quando o processo “Apito Dourado” se arrasta na justiça e precisamente quando os pontos em questão não farão falta à equipa punida são pormenores reveladores de grande talento para o absurdo. Recorde-se que, além da veia cómica, Hermínio Loureiro foi também secretário de estado do Desporto em dois governos e é frequentemente apontado como a figura pública nacional mais facilmente confundida com um híbrido calvo de hamster com leitão. 4/4

Negócio bíblico

Quaresma só sai em troca da Arca da Aliança

O presidente do FC Porto reviu as contas e voltou atrás na intenção de libertar Ricardo Quaresma apenas por quarenta milhões de euros. Depois de reflectir melhor e de concluir a encomenda das faixas de campeão nacional da presente época, Pinto Costa afirma agora que a vedeta portista poderá sair do clube mediante entrega da Arca da Aliança, lendário artefacto bíblico construído para guardar as Tábuas da Lei entregues por Deus a Moisés. “Não estou cá para cortar as pernas a ninguém,” afirmou o líder dos dragões, palpando a qualidade de uma amostra de terilene. O gosto por artefactos lendários terá nascido com a oferta do Santo Graal por um ourives de Gondomar, objecto religiosamente guardado no mesmo cofre subterrâneo onde habita há vários anos o antigo árbitro Carlos Calheiros, a quem o clube azul e branco pagou uma viagem ao Brasil em circunstâncias ainda por apurar. Quaresma, o principal visado, não escondeu o desejo de trocar a liga portuguesa por um campeonato mais competitivo e afirmou estar já em contacto com o Armazém Aliança, revendedor de electrodomésticos de Penafiel, para tentar facilitar o negócio.14/3

Quem não marca, sofre

Nova bola “inteligente” poderá ser o elemento mais esclarecido dentro dos campos de futebol

Depois do sucesso que foi a utilização da nova bola “inteligente” no campeonato mundial de clubes, a FIFA pondera a adopção da tecnologia já no Mundial de 2010. A “inteligência” da bola deve-se a um chip instalado no interior que permite detectar de forma rigorosa o contacto com as linhas do campo, acabando assim com muitas situações duvidosas no decorrer das partidas. Mas nem tudo são rosas e é provável que a bola “inteligente” seja o único elemento do jogo a revelar algum tipo real de inteligência como ficou demonstrado num teste recente em que foi pedido a representantes dos três grandes que respondessem a um questionário simples. Petit, do Benfica, preencheu o questionário em tempo recorde, mas usou a extremidade da caneta que não escrevia, enquanto que João Moutinho do Sporting se limitou a chorar como um bebé porque Ricardo Quaresma do FC Porto lhe mordia as canelas. O mesmo será válido para os árbitros cujo intelecto chega apenas para distinguir entre o bolso dos cartões e o bolso em que guardam o número do quarto de hotel no qual uma beldade ucraniana pagará em géneros pela sua prestação. Os mais pessimistas receiam mesmo que a nova tecnologia possa implicar o fim do futebol, receando que as bolas “inteligentes” se recusem a levar pontapés de 22 toscos e acorram ao café mais próximo para discutir Baudelaire com os amigos. 14/12

Francis Obikwelu intimado a devolver passaporte português

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras exige que o atleta Francis Obikwelu devolva o passaporte português de que é titular por se entender que deixou de ter direito à nacionalidade portuguesa. Apesar de surgir nesta altura, o SEF garante que a decisão não está de modo algum relacionada com a desapontante prestação do nigeriano naturalizado português nos Mundiais de Atletismo em Osaka. Pelo menos, é o que garante o responsável, um funcionário administrativo conhecido por levar demasiado a peito as questões desportivas e cujo “pavio curto” nessa matéria fez com que, no escritório, começassem a chamar-lhe “Joaquim Freitas”. “Ser português não é para quem quer,” explica, “é preciso fazer alguma coisa por este país. A não ser que se tenha nascido cá, nesse caso é perfeitamente aceitável que se seja o maior imprestável à face da Terra. Se o Sr. Obikwelu quiser voltar a pertencer à pátria de Camões, Pessoa e Fernando Pereira, basta passar por qualquer delegação dos nossos serviços, preencher a documentação necessária, apresentar duas fotografias tipo passe, uma medalha de ouro, prata ou bronze recentemente conquistada e aguardar o período previsto na lei.” Ao que a Inépcia apurou, os inspectores do SEF já tentaram abordar o atleta, mas este pôs-se em fuga e, de acordo com testemunhas, terá partido adiantado.

Benfica cobiçado por horda de visigodos

Séculos depois de se eclipsarem nas páginas da História, os visigodos, povo bárbaro que ocupou a Hispânia romana, voltam a dar que falar, manifestando interesse numa aquisição da SAD do Benfica. De acordo com Gesarico Teoderando, engenheiro agrónomo e porta-voz dos visigodos contemporâneos, a entrada no mercado desportivo representa uma opção estratégica, surgindo o desporto como seguimento natural da barbárie de outros tempos. Em relação à opção pelo Benfica, a resposta é clara. “No passado, optámos por centrar as nossas atenções no maior império do planeta e, agora, passamos ao maior clube do mundo de acordo com o Guinness,” explicou, “também considerámos o império sassânida e o Sporting, mas não gostamos muito de verde.” Quanto ao método de aquisição, que não será uma OPA, passará pela invasão das instalações da CMVM, seguida de chacina de todos os ocupantes e destruição do edifício pelas chamas. E a concorrência? Gesarico Teoderando é claro. “Seja Joe Berardo ou um misterioso grupo de chineses, pretendemos trespassá-los com a espada e imolá-los pelo fogo, não necessariamente por essa ordem,” disse. E tão certa é a vitória da operação que já existem propostas para uma reorganização do clube com inclusão de novas modalidades amadoras (chacina, piromania e violação em massa) e a substituição do equipamento habitual pelo alternativo, já que o rosa permite maior visibilidade às manchas de sangue do inimigo.

Derlei promete duplicar saldo de golos da época passada

O homem que foi considerado por uma revista sul-africana de bordados como o melhor avançado do mundo sem bola nos pés (e, de preferência sem bola presente num raio de 40 metros à sua volta) prometeu aplicação redobrada ao serviço do Sporting, manifestando a sua confiança no objectivo de duplicar os golos marcados durante a época passada ao serviço do Benfica. Para alcançar o tão desejado segundo golo, Derlei conta com os seus dotes futebolísticos, com a sua determinação e também com um ocasional sopro de vento na direcção da baliza adversária. Além disso, espera por uma resposta positiva da FIFA à carta em que propunha algumas alterações simples das regras actuais que tornarão o jogo mais agradável para praticantes e também para o público. A saber: o alargamento das balizas dos actuais 7,32m de largura por 2,44m de altura para 43 m de largura e altura ilimitada, a extensão do tempo útil de jogo para 72 horas e a obrigatoriedade de os defesas das equipas que defrontem o Sporting jogarem com os pés envoltos num bloco de cimento. Se não conseguir duplicar o único golo marcado na época anterior, o avançado promete comer o Estádio de Alvalade tijolo por tijolo, usando apenas mostarda para dar sabor. Numa notícia não relacionada, o administrador da maior fábrica nacional de condimentos fez o primeiro pagamento de um luxuoso iate.

Pepe empenhado em ser português e até já deixou crescer a unhaca

O central portista mostra-se cada vez mais empenhado em agir como um português legítimo agora que o seu processo de naturalização está já bem encaminhado. Revelando um empenho que vai muito além da simples vontade de representar a selecção portuguesa, Pepe surpreendeu os colegas ao vir para os treinos com a tipicamente portuguesa unha comprida multiusos mesmo que, por lapso, tenha deixado crescer a do dedo indicador e não a do dedo mínimo. Mas nem este pequeno equívoco lhe abala a determinação de ser tão português como o cozido ou como o pratinho de pipis comido num snack-bar a cheirar a frito. Poucos reconhecerão o antigo futebolista vestido pelas melhores marcas no indivíduo que agora passa as manhãs de Domingo num centro comercial, envergando fato de treino, sapatos de verniz e meia branca, exibindo com orgulho o peito descoberto. Para melhorar o efeito, tem-se submetido a um tratamento de revitalização dos pêlos do peito para melhor aconchegar o crucifixo de ouro. Numa segunda fase, Pepe pretende aprimorar a arte da mijadela na rua e da cuspidela para o chão e, sempre que passa por um acidente de viação, insiste em ficar parado a ver enquanto comenta “isto foi cerveja a mais” com o vizinho do lado.

Livro de Carolina Salgado escrito por José Veiga

Um grupo de conceituados críticos literários nacionais garante que o polémico livro de Carolina Salgado, "Eu, Carolina," foi escrito por José Veiga, antigo director do departamento de futebol do Benfica (pediu a demissão porque uns luxemburgueses malvados questionaram a sua impecável honestidade). A conclusão funda-se nas semelhanças que existem entre "Eu, Carolina" e outros trabalhos literários do mesmo autor, havendo quem considere que o motivo real do afastamento foi a preparação do manuscrito para publicação. Poucos conhecerão esta faceta literária de José Veiga mas trata-se de um autor prolífico e com inúmeros admiradores conquistados graças a uma prosa que dizem unir na perfeição um realismo queirosiano à argúcia popular de Quim Barreiros. Entre os seus trabalhos mais lidos incluem-se o romance surrealista "Dias da Cunha Enfrasca-se Todos os Dias," a colectânea poética "Vale e Azevedo, Esse Grande Sacana" e o inusitado "Historiografia Greco-Romana, Entre a Verdade e o Mito," todos publicados pela Editorial Vígaro Erudito. Quanto à sua relação com Carolina Salgado, que o levou a tecer alguns comentários pouco elogiosos no passado, mantém que continua a não pagar champanhe a ninguém mas, se for uma cervejola, até é capaz de pensar duas vezes.

Luís Filipe Vieira implicado no afundamento do Titanic

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, foi referido numa conversa de café entre dois camaradas da Guerra do Ultramar como estando envolvido no naufrágio do paquete Titanic, submerso após embate com um iceberg em 1912. De acordo com o sargento Rolando Teixeira, herói da tomada de Cafanjica do Bié, o presidente encarnado terá usado uma máquina do tempo desenvolvida no Departamento de Ciência Maléfica do clube e alimentada pela potência dos remates de Eusébio e Mantorras para viajar até ao ano de 1912. De seguida, terá flutuado pelo Atlântico fora às costas de Tinoco Faria e colocado um gigantesco iceberg na rota do navio, iceberg que não passava do coração retirado a José Veiga num transplante recente (o dirigente benfiquista diz que o coração novo é muito melhor e até já consegue sentir alguma ternura por cachorrinhos). Luís Filipe Vieira não comentou as acusações mas explicou que “se pensam que vão conseguir impedir-me de falar sobre coisas de que não pretendo falar, estão muito enganados porque vou continuar a falar de tudo aquilo de que não posso falar. E espero ter sido muito claro.”

Cavaco pediu a Ricardo para "marcar muitos golos"

Durante a recepção à selecção nacional, o Presidente da República, Cavaco Silva, pediu ao guarda-redes Ricardo para “marcar muitos golos”, provocando algum embaraço entre jogadores e equipa técnica mas sem passar daí porque o guardião das redes nacionais admitiu que até está muito habituado a “pôr a bola lá dentro”. Logo que o incidente se tornou público, houve quem comentasse que Cavaco é um “zero à esquerda” no que concerne a conhecimentos futebolísticos mas Nunes Liberato, chefe da Casa Civil do Presidente e médio ala do Clube Desportivo “Os Pelintras” na época de 75-76, apressou-se a desmentir, referindo que “como homem do povo, o Presidente da República partilha da paixão dos seus concidadãos pelo desporto-rei.” Cavaco perguntou ainda a Scolari qual o método para pôr a equipa a jogar bem mas o treinador respondeu com um encolher de ombros.

Betandwin lança apostas sobre corrida de cavalos com nomes dos candidatos presidenciais

A empresa de apostas Betandwin não desiste de lucrar com as eleições presidenciais portuguesas mesmo depois da polémica que geraram as apostas sobre qual seria o candidato vencedor. Inspirados por um comentário de Mário Soares, afirmando que os candidatos a Presidente não são cavalos, a empresa está a preparar uma corrida de cavalos baptizados com os nomes dos candidatos sobre a qual poderão ser feitas apostas através do seu site. Os seis cavalos participantes (Aníbal, Mário, Manuel, Francisco, Jerónimo e Garcia) foram escolhidos de acordo com as possibilidades de vitória atribuídas a cada candidato pelas sondagens. Assim, Aníbal será um puro-sangue árabe, Mário será um alazão eslovaco de idade avançada mas com muitas vitórias no palmarés e Manuel será um lusitano anafado excelente para o toureio mas pouco dado a correrias. No outro extremo estão Francisco e Jerónimo, dois sólidos cavalos de trabalho com passo firme mas lento e Garcia, uma pileca desdentada com três patas.

Legalização de casamento entre pessoas do mesmo sexo permite a Mourinho casar com o seu ego

José Mourinho, treinador do Chelsea e único ser humano cuja cabeça é visível do espaço, está no centro de um episódio que tem feito as delícias da imprensa cor-de-rosa britânica. O técnico português terá solicitado o divórcio da sua actual esposa para, segundo diz, “poder casar finalmente com a única pessoa que me pode fazer feliz, a minha verdadeira alma gémea, ou seja, eu próprio.” O catalisador desta decisão foi a recente legalização das uniões entre pessoas do mesmo sexo no Reino Unido que permitirá o casamento de Mourinho com o seu ego que, não sendo um casamento homossexual, envolverá de igual forma dois cônjuges do sexo masculino. Esta paixão por si próprio terá tido origem na infância quando o pequeno José passava horas trancado no quarto a olhar para o seu reflexo no espelho. Posteriormente, viu-se forçado a esconder as suas tendências ainda que de forma pouco convincente. A cerimónia está marcada para meados de Março e terá como convidados apenas o próprio Mourinho.

Sporting oferece Ricardo ao Benfica

A direcção do Sporting ofereceu o guarda-redes internacional Ricardo aos rivais benfiquistas como forma de resolver a carência de guarda-redes que tem afectado os campeões nacionais devido à lesão prolongada de Moreira e a problemas físicos de Quim. Inicialmente, o negócio envolveria uma troca por jogadores da equipa B encarnada mas, depois de uma primeira recusa, acabaria por ser sugerida a troca por funcionários responsáveis pelo tratamento da relva, por um carregamento de pneus recauchutados e até o pagamento de uma compensação monetária ao Benfica se aceitasse o jogador. Os dirigentes encarnados mantiveram a intransigência e acabaram por anunciar que os problemas com a baliza da equipa serão solucionados em breve pela construção de uma barreira amovível com tijolos que sobraram das obras do centro de estágio do Seixal.

Advogado de Cristiano Ronaldo diz que o jogador não pode violar ninguém porque se perde em fintas e não consegue finalizar

O advogado do internacional português Cristiano Ronaldo, recentemente acusado de violação, vai basear a sua defesa numa alegada dificuldade técnica que impedirá o jogador de violar quem quer que seja. “O problema do Cristiano é que o futebol é uma parte tão importante da sua vida que a sua forma de jogar acaba por se reflectir noutras áreas,” explicou numa conferência da qual o jogador do Manchester United esteve ausente por se encontrar a ultimar a encomenda de uma consola Playstation feita de ouro puro. Tentando explicar a situação em termos futebolísticos, o advogado esclareceu que “tal como durante os jogos, sempre que se envolve em actividades recreativas de natureza íntima, começa a repetir compulsivamente uma série de floreados técnicos vistosos mas de eficácia duvidosa e, quando chega a altura de rematar à baliza, já perdeu todo o ímpeto ofensivo e acaba por perder a bola.”

Dias da Cunha pode finalmente ser presidente do clube que só existe na sua cabeça

Consumado o afastamento voluntário de todos os cargos que desempenhava no Sporting, Dias da Cunha vai agora dedicar-se de corpo e alma ao seu clube do coração, o Sporting Clube Imaginário, colectividade desportiva que só existe na cabeça do ex-dirigente leonino. No mundo de fantasia em que vive há vários anos, o Sporting é a melhor equipa do futebol português e um dos grandes da Europa, conseguindo resultados que comprovam ambas as reputações. Além dos aspectos desportivos, o Sporting Imaginário é também um exemplo de eficácia na gestão e de seriedade dos seus dirigentes, tendo como principal problema uma eterna luta pela implementação desses valores nas restantes esferas desportivas nacionais. Dias da Cunha assumirá agora a presidência por aclamação dos sócios e desígnio divino e continuará a cruzada contra o pérfido sistema. Neste Sporting, o treinador continua a ser José Peseiro, um dos melhores treinadores do mundo, e Ricardo é tão bom como Scolari pensa.

Prostituta de Amesterdão revela que Co Adriaanse tem tranças rasta mas não na cabeça

Wilhelmina Van Popkock, uma das mais conceituadas mulheres públicas de Amesterdão e de todos os Países Baixos, revelou em entrevista ao magazine missionário “O Bom Selvagem” que o actual treinador do FC Porto, Co Adriaanse, usou durante vários anos tranças rasta semelhantes às do avançado Benny McCarthy, situando-se as suas numa latitude bastante inferior ao couro cabeludo. A meretriz, mais conhecida como Mina de Amesterdão, Dolores de Toledo ou Irmã Maria do Sagrado Coração de Jesus, conta ter tido contacto de natureza íntima com Adriaanse durante vários anos, quando este orientou equipas do campeonato holandês, e remontando a essa época o conhecimento do seu original penteado, o mesmo pelo qual afastou McCarthy da equipa. O técnico não comentou a notícia, esclarecendo porém que o que quer que tenha feito numa visita a um cabeleireiro tradicional da Suazilândia em 87 só a ele dirá respeito e aproveitando para criticar Portugal pela quantidade de cães que sujam as ruas.

www.inepcia.com