E-zine satírico sem corantes nem conservantes

Santana Lopes, Isaltino Morais e Valentim Moureiro fundam Partido dos Excluídos

O presidente da Câmara de Lisboa, Santana Lopes, vai aliar-se ao autarca de Gondomar, Valentim Loureiro, e ao ex-presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, para fundar um novo partido, o Partido dos Excluídos. Trata-se de uma força que pretende dar voz a todos os políticos que são excluídos pelos seus próprios partidos pelos motivos mais diversos e permitir-lhes continuar a dar o seu contributo à causa pública.

Os três excluídos fundadores estão precisamente nestas condições. Santana Lopes caiu em desgraça depois de ter perdido as últimas eleições legislativas para o PS, tenso sido preterido na corrida às próximas autárquicas em favor do seu actual número dois na autarquia lisboeta, Carmona Rodrigues. Quanto a Isaltino Morais e Valentim Loureiro, foram forçados a apresentar candidaturas independentes depois de a direcção nacional do PSD ter decidido não os apoiar por estarem envolvidos em processos judiciais polémicos.

"O PE (Partido dos Excluídos) será uma força ao serviço dos portugueses, constituída por homens e mulheres dedicados e sem medo de assumir posições incómodas que possam prejudicar as suas carreira políticas porque estas já se encontram completamente esfrangalhadas," explicou Santana Lopes que ocupará o cargo de secretário-geral do partido até à realização do primeiro congresso algures a meio do próximo ano.

Mas o PE não se quer limitar a acolher elementos excluídos do PSD. Ao que a Inépcia apurou, já houve contactos com Fátima Felgueiras, a autarca foragida, para se filiar no partido ainda que tenha de o fazer por recurso à videoconferência, visto que a ex-presidente da Câmara felgueirense fugiu para o Brasil para evitar ser presa. O major Valentim Loureiro, candidato do PE à Câmara de Gondomar ter-se-á mesmo deslocado ao Rio de Janeiro para ter uma reunião com Fátima Felgueiras, aproveitando para papar umas brasileiras e seleccionar candidatas a uma posição no Elefante Branco, conhecido prostíbulo da capital portuguesa.
De acordo com fonte próxima do major, este terá regressado do Brasil profundamente satisfeito com a deslocação, confiante no futuro e com um cheiro intenso a perfume barato.

www.inepcia.com