Inépcia: s.f. (do latim "ineptia") 1-Falta de aptidão ou habilidade. 2-Imbecilidade 3-Acto ou dito absurdo.
www.inepcia.com

Funcionários da recolha de lixo de Lisboa encontram lata de cerveja Guinness- Teme-se atentado do IRA

A ameaça terrorista volta a mostrar a sua face barbuda e bronzeada mais uma vez e, desta vez, na capital portuguesa. Funcionários municipais encarregues da recolha do lixo encontraram uma lata da popular cerveja preta irlandesa Guinness numa papeleira situada na Avenida da Liberdade, uma das principais artérias de Lisboa que, de acordo com especialistas inventados pela Inépcia, poderá ser interpretada como ameaça de um atentado terrorista perpetrado pelo Exército Republicano Irlandês (IRA), grupo católico da Irlanda do Norte que luta contra a administração britânica do território.

Pedro Santana Lopes já comentou o caso mas foi cuidadoso nas suas declarações, não querendo agravar o clima de pânico crescente que se tem feito sentir desde os atentados em Madrid. “É muito cedo para tirar conclusões. Já falei com os funcionários responsáveis pelo achado e realmente é preocupante até porque a lata tinha uma amolgadela a meio mais ou menos à mesma altura relativa a que o primeiro avião embateu nas torres do World Trade Center,” afirmou, garantindo, no entanto que tudo fará para lutar contra o terrorismo, considerando inclusive candidatar-se à presidência da república, passar noites inteiras no Lux e substituir a nova estátua de Sá Carneiro por um monumento às vítimas de todos os atentados terroristas da história na forma de um par de nádegas de bronze de tamanho superior ao natural.

O representante da marca Guinness em Portugal desmentiu quaisquer ligações ao terrorismo e lembrou que a cerveja é originária da cidade de Dublin, não havendo nada que a ligue em particular à Irlanda do Norte para além de ser aí muito consumida como, de resto, em várias outras partes do mundo. Além disso, e de acordo com a mesma fonte, o gosto pela cerveja Guinness é das poucas coisas em que as comunidades católica e protestante da Irlanda do Norte estão de acordo.

O homem que fez a descoberta foi Joaquim Aniceto, funcionário dos serviços de limpeza municipal desde 1975, ano em que trocou uma carreira como antropólogo pela dedicação à sua paixão de infância pela recolha de lixo em que até se ganhava mais. “Foi um grande choque,” conta a respeito da sua experiência traumática, “A primeira coisa em que pensei foi na segurança dos meus filhos, especialmente na do mais novo que trabalha numa banca de pita shoarma.” Em muitos anos de experiência, Joaquim nunca passou por nada assim e as lágrimas vêm-lhe aos olhos quando recorda o sucedido, referindo entre soluços que “não foi a primeira lata de Guinness que achei numa papeleira mas esta era diferente. Havia alguma coisa na maneira como estava encaixada num pau de gelado Magnum que me pareceu muito suspeita.”

A lata e o restante conteúdo da papeleira foram entregues à Polícia Judiciária que já constituiu um departamento especial de análise de lixo para lidar com as potenciais ameaças terroristas que têm sido encontradas em caixotes de lixo de todo o país. Por enquanto, não há qualquer confirmação de que a descoberta de uma embalagem de detergente para a máquina e de um par de palmilhas manchadas de óleo automóvel numa lixeira de Águeda possa estar ligada a uma operação terrorista de grande escala do grupo filipino Abu Sayyaf.

Recuar