E-zine satírico sem corantes nem conservantes

José Veiga tentou seduzir mulher de Trappatoni

Agora que já foi anunciada a contratação de Ronald Koeman como treinador do Benfica para a próxima época, começam a tornar-se conhecidos os pormenores das negociações para a permanência de Giovanni Trappatoni que acabaria por não se concretizar. Ao que a Inépcia apurou, logo que o técnico italiano referiu a vontade de regressar a Itália por insistência da sua mulher, cuja opinião se sobrepunha à sua vontade de permanecer, a direcção do clube encarnado avançou com uma estratégia de charme junto da senhora Trappatoni com o objectivo de conseguir que mudasse de ideias.

Para atingir esse objectivo espinhoso, o responsável pelo departamento de futebol benfiquista, José Veiga, dispôs-se a dar o corpo ao manifesto e efectuou uma deslocação-relâmpago à residência em Milão do treinador que levou as águias à conquista do título, batendo à porta e apresentando-se completamente nu, trazendo como única indumentária um grande ramo de rosas vermelhas que segurava na mão esquerda. Seguidamente, foi necessário explicar à empregada da limpeza albanesa que abriu a porta que se tratava de um equívoco e tentar perceber quando é que a senhora Trappatoni voltaria a casa.
Mais tarde, depois de trocar as rosas vermelhas por um ramo de malmequeres brancos mais apropriados a uma visita nocturna, José Veiga voltou a bater à porta mas, desta vez, envergando um fato Armani em tons de preto e cinza que toda a gente diz fazê-lo parecido com o actor americano Robert DeNiro.

Seguiram-se alguns minutos de declaração de amor de Veiga a Fabiola Trappatoni e de promessa que, se esta aceitasse vir com ele para Portugal e mantê-lo como amante extra-matrimonial, não se arrependeria pois os dotes do dirigente nas áreas do amor romântico e a perícia nos prazeres sensuais são lendários. Respondendo à generosa oferta, a senhora Trappatoni agradeceu mas afirmou que preferia passar a noite com um bisonte envolvido numa fina película de muco nasal, pedindo ao seu pretendente inesperado que saísse e não voltasse a aparecer por ali.

Luís Filipe Vieira, presidente do clube da Luz, lamentou o falhanço das negociações mas concluiu que o melhor seria desistir e explorar possibilidades alternativas até porque "arranjar um bisonte não seria muito difícil para um clube da grandeza do Benfica mas aplicar-lhe a camada de muco nasal poderia trazer complicações." A alternativa foi Ronald Koeman, não só pelos seus inúmeros méritos desportivos como treinador e jogador mas também porque é sabido que a esposa do antigo internacional holandês é uma valente badalhoca.

www.inepcia.com