E-zine satírico sem corantes nem conservantes

Arrastão de Carcavelos avistado no Loch Ness

O célebre arrastão de Carcavelos foi avistado por um pescador nas margens do Loch Ness, lago nas terras altas escocesas famoso por ser o alegado lar de um monstro marinho mítico. Graham McNeil, o pescador em questão, relata que estava a bordo de uma pequena embarcação no meio do lago quando, de repente, viu na margem um grupo de várias centenas de jovens negros a correr e que identificou imediatamente como o arrastão português noticiado pela televisão local.

As autoridades encaram o avistamento com cepticismo e lembram dois factores que consideram relevantes. Em primeiro lugar, a tradição de avistamentos de criaturas míticas naquela região da Escócia que nunca foram levados a sério (para além do célebre monstro do lago, há ainda quem afirme ter visto gorilas gigantes, grilos que disparam raios laser, vacas com duas cabeças e até um clone perfeito de Margarida Rebelo Pinto com talento literário real). Em segundo, o consumo elevado de álcool entre os locais que acaba por propiciar fenómenos deste género.

Quanto às notícias de que o avistamento do arrastão poderá estar relacionado com a visita de uma equipa de atletas juvenis da Zâmbia que costumava treinar nas margens do lago, não há confirmação.

Não foi o primeiro avistamento do arrastão de Carcavelos fora de Portugal. Recentemente, os monges de um templo budista nos Himalaias garantiram ter sido surpreendidos durante um passeio para apanhar salsa e coentros por um grupo de centenas de jovens negros vestidos com camisolas da NBA, correndo pela encosta abaixo, tiritando de frio devido à indumentária pouco adequada ao clima local. Os jovens não voltaram a ser vistos, acreditando-se que possam ter sido vitimados pela hipotermia. Entretanto, continua a não haver explicação para a manada de iaques descoberta nos arredores da Damaia.

www.inepcia.com