Inépcia: s.f. (do latim "ineptia") 1-Falta de aptidão ou habilidade. 2-Imbecilidade 3-Acto ou dito absurdo.
www.inepcia.com

Pacheco Pereira eleito primeiro-ministro da blogosfera

O eurodeputado José Pacheco Pereira acaba de ser nomeado primeiro-ministro da blogosfera por uma assembleia constituída pelos mais ilustres bloguistas portugueses, após eleições disputadas entre si próprio e Francisco José Viegas.
Pacheco será o primeiro nome a assumir o governo da blogosfera nacional depois da recente declaração unilateral de autonomia em relação à República Portuguesa e promessa de constituição de órgãos governativos próprios.

Os blogues começaram por ser meros diários online mas depressa se tornaram numa autêntica mania à escala mundial. Em Portugal, tardaram a chegar mas alcançaram em pouco tempo o estatuto de esfera opinativa por direito próprio, chegando-se ao ponto em que ter um blog passou a ser pré-requisito para se ser alguém na vida, não querendo isto dizer que baste ter um blog para se ser alguém, já que, pela última contagem, existem três pessoas em Portugal que não mantêm nem nunca mantiveram um blog, sendo que duas delas estão em coma profundo e a terceira trabalha como vigia na reserva natural das Ilhas Selvagens e, das muitas aves que nidificam no arquipélago, não consta que alguma tenha ligação à internet.

A declaração de autonomia da blogosfera portuguesa foi subscrita por várias personalidades ilustres, encabeçadas pelos referidos Pacheco Pereira e Francisco José Viegas. No texto, pode ler-se que “com esta declaração, os bloguistas portugueses, conscientes da conquista de uma identidade independente da realidade portuguesa e superior a ela, declaram unanimemente a separação dos blogs à sua responsabilidade da República Portuguesa e sua constituição como entidade autónoma da dita República com órgãos governativos próprios.” A declaração foi prontamente aceite pelo governo português já que, de acordo com o ministro Adjunto, José Luís Arnaut, “da maneira como as coisas estão, quanto menos gente tivermos que governar melhor é. Encorajamos qualquer colectividade ou grupo de cidadãos a declarar a sua autonomia ou mesmo a independência.”
Pacheco Pereira assume assim oficialmente uma posição que já era sua, a de bloguista-mor, e mostra-se esperançado num futuro brilhante para a blogosfera nacional. “Vamos continuar a trabalhar para que, um dia que já não virá muito distante, todos os portugueses tenham um blog e, para que isso aconteça, vamos instalar computadores ligados à internet em todas as maternidades do país para que os jovens possam começar desde cedo a partilhar o que lhes vai na alma com o ciberespaço,” afirma, adiantando de seguida mais um projecto seu: “Vamos também propor ao governo português que crie a disciplina de Técnicas e Teorias da Bloguização e a inclua nos curricula escolares com carácter obrigatório, substituindo a disciplina de matemática que só tem servido para nos dar más estatísticas.”

Para o seu governo, Pacheco Pereira, satisfeito por poder mandar em alguém (algo que não acontecia desde que foi presidente do grupo parlamentar do PSD em 1995 e chefe da brigada juvenil do PCTP-MRPP responsável pelo desenvolvimento de uma bomba nuclear de fabrico caseiro a partir de detergentes para a louça, banha de porco e aguardente), pretende convidar outros bloguistas ilustres. Para já, o único que se conhece é o autor do blog “O Meu Pipi” que Pacheco gostaria de ter como seu ministro da Cultura. No entanto, a Inépcia contactou o “Pipi” e foi informada de que os únicos cargos ministeriais que consideraria aceitar seriam os de ministro dos Assuntos Fodaceiros ou secretário de Estado da Inspecção Conaçal. Aguardam-se mais desenvolvimentos.

Recuar