Inépcia: s.f. (do latim "ineptia") 1-Falta de aptidão ou habilidade. 2-Imbecilidade 3-Acto ou dito absurdo.
www.inepcia.com

Príncipe de Gales preso em Albufeira

O príncipe Carlos de Inglaterra, herdeiro do trono inglês, foi detido pela GNR na cidade algarvia de Albufeira acusado de desacatos perturbadores da ordem pública. A detenção ocorreu alguns minutos após o fim do jogo entre as selecções de Portugal e da Inglaterra a contar para os quartos-de-final do Euro 2004 que os portugueses venceram no desempate por pontapés da marca de grande penalidade.

De acordo com o capitão Meireles da GNR de Albufeira, “os militares da guarda efectuaram uma rusga preventiva à zona dos bares para assegurar a manutenção da ordem pública e evitar que os adeptos ingleses provocassem distúrbios como reacção à derrota da sua equipa. Não houve grandes distúrbios mas, pelo sim pelo não, prendemos uns quantos ingleses porque com esta gente nunca se sabe e também aproveitámos o embalo para enclausurar uns indivíduos que por ali passavam de tez bastante escura e étnica e que têm cara de ser uns grandessíssimos prevaricadores.”

Ainda de acordo com o relatório oficial dos acontecimentos, “o senhor príncipe encontrava-se em plena via pública sem tentar sequer esconder o facto de ser inglês e, quando abordado com uma coronhada de um dos nossos operacionais, insistiu em reincidir, dirigindo-se-lhe em termos manifestamente anglo-saxónicos, situação agravada pelo facto de se encontrar em visível estado de sobriedade, e foi então que foi manietado e conduzido aos calabouços onde ficou a aguardar julgamento.” No comunicado pode ler-se ainda que “a gaja feiosa e seca de carnes que estava com o indivíduo preso foi libertada depois de se ter comprovado que não tinha ponta por onde se lhe pegasse.”

A identidade do príncipe já foi confirmada pela embaixada britânica em Lisboa através de um comunicado oficial segundo o qual, “Sua Alteza Real, o Príncipe de Gales, notificou a embaixada de que se iria deslocar ao Algarve com a sua companheira, Camilla Parker-Bowles, para assistir ao jogo da selecção e conviver com os súbditos de forma discreta e sem cobertura mediática.” Para além do comunicado, foi feito um requerimento formal ao governo português para que o príncipe fosse de imediato libertado que, por enquanto, não obteve qualquer resposta.

O príncipe continua detido numa cela do quartel da GNR de Albufeira mas parece improvável que seja libertado num futuro próximo sobretudo depois de um grupo de especialistas em ciência criminal lhe ter dado a escolher entre uma bica e uma chávena de chá com dois torrões de açúcar e leite, o que provaria de forma inquestionável a sua anglicidade criminosa e sem arrependimento.

Recuar