E-zine satírico sem corantes nem conservantes

PSD admite coligação com o Benfica nas autárquicas

O presidente do PSD, Marques Mendes, admite a possibilidade de coligação com o Benfica nas próximas autárquicas, beneficiando de uma massa de seis milhões de apoiantes. Ainda não foram anunciados os concelhos onde existirá esta coligação mas uma hipótese provável é o distrito de Bragança, onde é sabido que o FC Porto apoia o Movimento Cívico de Alternadeiras e Profissionais do Sexo em vários municípios.

Luís Filipe Vieira, presidente benfiquista, já se mostrou favorável a uma participação do clube na política activa desde que “os responsáveis pela contagem dos votos sejam isentos e haja respeito pelo Benfica.” Procurando prevenir um resultado menos positivo, o dirigente encarnado ameaçou espetar pregos nos olhos até doer e tomar banho numa banheira cheia de ácido sulfúrico se os benfiquistas não acorrerem em massa às urnas.

Um dos trunfos de uma provável coligação PSD-SLB é o avançado angolano Pedro Mantorras que poderá integrar a lista do partido em Lisboa, dando um contributo importante para assegurar a vitória de Carmona Rodrigues contra Manuel Maria Carrilho, a sua esposa vistosa e o seu rebento prendado. A eficácia de Mantorras já foi várias vezes comprovada, não apenas dentro do campo mas também nos resultados da sondagem do jornal oficial do Benfica em que, à pergunta “Vai votar sim ou não no referendo à constituição europeia?”, 7% dos inquiridos respondeu que votaria “não”, 12% votaria “sim” e 81% respondeu “MANTORRAS! MANTORRAS! MANTORRAS!” A popularidade do jogador é de tal ordem que ninguém se importará com o facto de não ter nacionalidade portuguesa, esperando-se que não existam lesões repentinas que possam prejudicar o seu desempenho político.

Confrontado com acusações de que esta seria uma coligação oportunista, Marques Mendes disse estar com problemas de rede e terminou a conversa, apesar de estar a ser questionado pessoalmente e não por telefone.

www.inepcia.com