E-zine satírico sem corantes nem conservantes

 

Boas entradas e melhores saídas

Retrospectiva 2006

Por esta altura do ano, é banal fazerem-se retrospectivas do ano que acaba e antevisões do ano que começa. Porém, a banalidade é uma coisa muito feia. Quase tão feia como a Teresa Guilherme ao acordar (mas não tão horripilante como acordar ao lado da Teresa Guilherme). Para provar que a Inépcia não abdica de um lugar na vanguarda da criatividade nacional, faz-se uma singela inversão de elementos e é com grande orgulho que aqui se apresenta a primeira retrospectiva de 2006 feita em Portugal e, quiçá, no mundo. Os métodos que permitiram ter conhecimento de acontecimentos futuros com tanta antecedência não podem, infelizmente, ser tornados públicos por se tratarem do topo de gama da tecnologia experimental do MIT (Madragoa Institute of Technology).


Janeiro

Cavaco Silva vence as eleições presidenciais à primeira volta com 87% dos votos. A margem de vitória tão acima das sondagens explica-se pelo erro de impressão dos boletins de voto que ilustrou o nome de quase todos os candidatos com uma fotografia de Durão Barroso. O segundo lugar foi para Garcia Pereira, único candidato para além de Cavaco a ter a fotografia certa no boletim. Manuel Alegre afasta-se definitivamente do PS e funda o PS-BV (Partido Socialista-Bon Vivant), pretendendo recuperar a pureza dos ideais socialistas republicanos e, ao mesmo tempo, conferir à política nacional uma vertente mais gastronómica, venatória e até mesmo enológica. Os primeiros cartazes do novo partido, ilustrados com fotografias de mulheres seminuas, perdizes e lebres abatidas a tiro, tábuas de queijos, pratos de feijoada, copos de vinho e charutos acesos e com a legenda “Gosta disto? Junte-se a nós!” são um sucesso.


Fevereiro

O processo “Apito Dourado” chega ao fim. O Tribunal de Gondomar declara não haver indícios suficientes de crime e absolve os 4378 arguidos. No entanto, considera-se provada a existência de corrupção no futebol profissional português e os dirigentes benfiquistas Luís Filipe Pereira e José Veiga são detidos preventivamente até serem encontrados indícios de práticas ilícitas. Em jeito de caução, o Benfica fica sujeito a uma derrota administrativa de 8-0 em jornadas do campeonato alternadas. No dia seguir ao encerramento do processo, o juiz responsável parte para o Brasil acompanhado por duas mulatas esculturais.


Março

Tomada de posse de Aníbal Cavaco Silva como Presidente da República. Duas semanas depois, o país é surpreendido pelo fim do desemprego e da pobreza e pela inclusão de Portugal entre os cinco países mais ricos da União Europeia. Mário Soares é o primeiro a deslocar-se ao Palácio de Belém, entretanto convertido num imenso complexo turístico de proporções algarvias, para apresentar as suas desculpas por ter duvidado das capacidades do adversário. O encontro termina de forma tórrida com a realização de pelo menos metade das posições de debate de ideias referidas no Kamasutra político.


Abril

George W. Bush ordena a invasão simultânea da Lituânia, da Namíbia e da Malásia. Dois dias depois, o grosso das tropas americanas é desviado para uma invasão conjunta das Filipinas, do Uruguai, da Tunísia e da República Checa. A situação só voltaria à normalidade depois de um porta-voz da Casa Branca informar que o atlas infantil oferecido ao presidente lhe havia sido confiscado.


Maio

O Papa Bento XVI é fotografado na residência de Verão em Castel Gandolfo com uma camisola estampada com a efígie do actor americano David Hasselhoff. Investigações levadas a cabo por tablóides italianos acabam por revelar que o Papa é membro do clube de fãs alemão do actor, publicando-se imagens de Joseph Ratzinger na praia, envergando os calções vermelhos dos nadadores-salvadores da série “Baywatch.” Temendo prejudicar a imagem de seriedade da Santa Sé, o Sumo-Pontífice abdica e é substituído, após reunião do colégio cardinalício, pelo polaco Karol Wojtyla. A popularidade da Igreja entre os fiéis aumenta de forma exponencial mas não é revelado o calendário das visitas papais para os meses seguintes.


Junho

O governo implementa o seu plano de erradicação definitiva dos incêndios florestais. Nos primeiros dias de Agosto, os aviões habitualmente usados no combate ao fogo são carregados com gasolina e dão início à rega sistemática de todas as manchas florestais do país. No mês seguinte, o número de incêndios cai para zero e Portugal torna-se o maior exportador mundial de madeira queimada.


Julho

Portugal sagra-se vice-campeão mundial de futebol depois de ser derrotado na final pela selecção angolana. Luís Felipe Scolari é convidado para renovar o contrato como seleccionador nacional por mais vinte anos mas prefere dedicar o seu tempo à gestão de uma bem sucedida cadeia de restaurantes de rodízio brasileiro.


Agosto

Depois dos inúmeros falsos alarmes, a gripe das aves chega finalmente à Europa. A onda de medicação e vacinação compulsiva desencadeada por uma cobertura mediática alarmista leva a que a epidemia esteja erradicada três dias depois. Os especialistas indicam ainda que, com os anticorpos acumulados, o vírus da gripe corre sérios riscos de se extinguir. Pela primeira vez, um vírus é incluído na lista de espécies protegidas das principais organizações ambientalistas. A listagem das vítimas da epidemia na Europa limita-se a dois frangos de aviário, sete pintassilgos, uma catatua e um repórter televisivo mortalmente ferido no duelo pela entrevista exclusiva ao proprietário da catatua.

Setembro

Sem se conseguirem adaptar à nova prosperidade, os portugueses apoiam em massa um golpe de estado que depõe o presidente Cavaco Silva e restaura a monarquia. O novo rei, Duarte II, o duque de Bragança, é abatido a tiro no Terreiro do Paço no dia que se seguiu à sua primeira comunicação televisiva ao país iniciada com a frase “Olá meus amiguinhos, cá estou eu, o rei de todos vós.” O novo rei, Nuno da Câmara Pereira (Nuno I) torna-se o primeiro monarca da dinastia faduncha.


Outubro

Fátima Felgueiras faz mais um emocionado e emocionante discurso, admitindo que não fez bem em rumar ao Brasil para evitar ser presa e reconhecendo ser chegada a altura de haver alternância democrática no município felgueirense. A oposição, incluindo o Partido Socialista, louvam esta decisão e Fátima apresenta a sua demissão, voltando de imediato para o Rio de Janeiro. Nas eleições que se seguiram, Sandra Felgueiras é eleita com maioria absoluta.


Novembro

É anunciada a sentença do processo Casa Pia. Todos os arguidos são absolvidos e a responsabilidade pelo abuso sexual de alunos da Casa Pia é atribuída às próprias crianças que são intimadas pelo tribunal a deixarem de ser provocantes. Carlos Cruz é reintegrado na sociedade mediática numa colossal gala televisiva abrilhantada pelo grupo de dança erótica infantil da Voz do Operário.


Dezembro

Um colossal tsunami atinge o território de Portugal continental. Como resultado, a maior parte do território nacional fica submersa. As excepções são os arquipélagos da Madeira e dos Açores (o primeiro declara a independência e o segundo torna-se região autónoma do estado americano de New Jersey) e uma pequena faixa fronteiriça na região de Barrancos que, após referendo, vota em massa pela fusão com Espanha. Depois de quase novecentos anos de história, Portugal chega ao fim. Poucos lhe sentirão a falta.

www.inepcia.com