Inépcia: s.f. (do latim "ineptia) 1-Falta de aptidão ou habilidade. 2-Imbecilidade 3-Acto ou dito absurdo.
www.inepcia.com

Toy compõe hino oficial da guerra

O popular cançonetista Toy foi convidado pela organização da guerra interventiva com o Iraque para compor o hino oficial da operação que será posteriormente cedido às estações de televisão, mediante pagamento de uma módica quantia, para abrilhantar todos os serviços informativos especiais sobre o assunto.

"Estou muito orgulhoso por ter sido escolhido," afirma Toy, "Finalmente, a música portuguesa tem o reconhecimento que merece a nível internacional. Pode ser que assim comecem a passar mais a nossa música na rádio. Se não pode ser nas rádios generalistas que seja na TSF."

O nome de Toy foi sugerido pelo primeiro-ministro Durão Barroso durante a cimeira dos Açores que reuniu o presidente americano e os primeiros-ministros britânico e espanhol e onde também coube o líder do governo português. "Lembrei-me do Toy quando os meus três colegas estavam num canto a falar baixinho para eu não ouvir," recorda Durão, acrescentando que "não sei bem porquê mas a situação fez-me pensar no Toy. Talvez por ele também estar sempre a falar da música portuguesa e ninguém ligar ao que ele diz." Os três líderes terão reagido de forma positiva à proposta, tendo George W. Bush sido o mais entusiasta de acordo com a proposta do primeiro-ministro português. "Ele até disse: Yeah... whatever... hey, be a pal and go get us a pizza all right?" lembra.

A decisão de ter um hino oficial faz parte da estratégia da coligação internacional liderada pelos americanos que pretende, pela primeira vez na história da humanidade, travar uma guerra em que haja uma unidade conceptual. O Departamento de Defesa dos Estados Unidos pretende uma guerra diferente das últimas em que os americanos estiveram envolvidos. De acordo com o secretário da Defesa, Donald Rumsfeld, "as operações no Kosovo e no Afeganistão, apesar de terem corrido bem não satisfizeram a nossa sensibilidade artística com aqueles estilos contraditórios misturados. Desta vez, pretendemos uma guerra com coerência estética que defina os padrões para as guerras do século XXI."

Para além da existência de um hino oficial, a Inépcia sabe que as fardas de todas as tropas envolvidas foram desenhadas por um estilista da CIA e que as peças de artilharia, aviões e navios foram decorados com motivos representativos dos movimentos mais vanguardistas da arte contemporânea.
Entretanto, Toy foi já contactado para compor o hino oficial de uma guerra civil que começará em breve num país africano ainda desconhecido. O cantor não confirma e remete quaisquer comentários para um futuro próximo mas adianta que "a minha música transmite uma mensagem de paz, harmonia e fraternidade entre os homens e não é o facto de fazer o hino de uma guerra que vai alterar essa mensagem positiva."

Ao que a Inépcia conseguiu apurar, dentro do clima de secretismo que costuma rodear estes assuntos, o hino oficial da guerra com o Iraque terá como refrão "Se queres lutar e não tens par, chama o Sádã, chama o Sádã"


Recuar