Inépcia: s.f. (do latim "ineptia") 1-Falta de aptidão ou habilidade. 2-Imbecilidade 3-Acto ou dito absurdo.
www.inepcia.com

PS ultrapassa União Nacional de Salazar na tabela dos partidos portugueses com a pior reputação de sempre

Como consequência de notícias recentes que dão conta de um alegado envolvimento de cerca de 70% das suas figuras mais destacadas no escândalo Casa Pia, o Partido Socialista conseguiu ultrapassar a União Nacional, partido único durante o Estado Novo, e tornar-se a força política portuguesa com a pior reputação de sempre.

O novo estatuto foi conhecido depois da divulgação da tabela anual da Federação Internacional de História e Estatística Política (FIHEP), organismo que analisa as prestações de cada partido e compila os dados estatísticos resultantes para posterior publicação. De acordo com a tabela para o ano de 2003, o PS entra directamente para o 67º lugar, enquanto que a União Nacional se mantém no 81º. Especialistas da FIHEP explicam o posicionamento do PS na tabela com a mais-valia que a pedofilia traz a qualquer reputação partidária. “Qualquer partido pode esperar uma subida de vários lugares no caso de haver alegações de que um dos seus membros possa ser pedófilo, mesmo que estas não venham a ser confirmadas,” refere Martin De Koep, o holandês que preside aos destinos da federação, “Como é óbvio, se houver suspeitas de pedofilia sobre mais do que um membro de um dado partido, os efeitos serão várias vezes multiplicados.” Recorde-se, no entanto, que para a tabela do ano passado não foram contabilizados os dados resultantes das novas suspeitas lançadas sobre o secretário-geral socialista, Ferro Rodrigues, nem sobre Jaime Gama, o comissário europeu António Vitorino e o próprio Presidente da República, Jorge Sampaio.

Curiosamente, existem semelhanças entre o PS e o partido de António de Oliveira Salazar no que respeita a escândalos de natureza sexual. Num caso que ficou para a história como “ballet rose,” provou-se que várias figuras de proa do regime participaram em actos sexuais ilícitos, mas o governo da altura beneficiou da inexistência de telemóveis, das dificuldades técnicas em gravar conversas telefónicas e da existência da censura prévia aos meios de comunicação.

Ferro Rodrigues reagiu já à divulgação da tabela, referindo, mais uma vez, a existência de uma “cabala” com o objectivo de destruir politicamente o seu partido e prometeu reagir da forma histérica e suspeita típica de quem tem alguma coisa a esconder a que já nos habituou. De qualquer forma, garante que não estava no país na altura em que terá praticado os actos de que o acusam, qualquer que ela seja. Os outros implicados seguem o exemplo do líder e alegam ausência do país nas datas em questão. António Vitorino afirma ter estado em Bruxelas no cumprimento das suas funções, enquanto que Jaime Gama considera um absurdo acusarem-no de pedofilia até porque na altura se encontrava na Tailândia por motivos pessoais. O único dirigente socialista até agora efectivamente acusado, Paulo Pedroso, confessa que também ele não se encontrava em Portugal no espaço de tempo referido no processo por se encontrar numa clínica francesa a fazer um tratamento à base de hormonas de bode que lhe permitisse fazer a barba mais do que uma vez de três em três anos e que acabou por não ser bem sucedido.
Por seu lado, Paulo Portas, líder de um dos partidos da coligação governamental, afirmou que “é um escândalo implicarem gente de bem em actividades ilícitas desta forma vergonhosa sem qualquer tipo de separação entre informações fidedignas e boatos maldosos,” acrescentando posteriormente que “ah, estão a falar do PS? Então pode ser.”

Vários analistas internacionais consideram que o PS está bem posicionado para subir mais na tabela da FIHEP, aproximando-se perigosamente do Partido Comunista Romeno de Ceausescu, do Partido Nacional sul-africano da época do apartheid e do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte. Recorde-se que o terceiro lugar da tabela é partilhado ex-aequo há vários anos pelo Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães (Nazi) e pelo Partido Nacional-Fascista de Benito Mussolini. Em segundo lugar mantém-se o Partido Antropófago Democrata-Cristão da Guiné Equatorial e, em primeiro, a APEZONELI (Aliança Pedófila, Zoófila e Necrófila Liberal) da Guatemala. Para além do PS, também o PPM entrou este ano para a tabela beneficiando da inclusão do fadista Nuno da Câmara Pereira nas listas do partido. O PSD e o CDS-PP mantém-se respectivamente, no 83º e 89º lugar, ambos com boas hipóteses de alcançarem a União Nacional.

Recuar