Inépcia: s.f. (do latim "ineptia") 1-Falta de aptidão ou habilidade. 2-Imbecilidade 3-Acto ou dito absurdo.
www.inepcia.com

Organização do Rock in Rio exige vistoria prévia à roupa dos artistas para evitar repetição do incidente Janet Jackson

A organização do maior festival de música moderna do mundo para gente que já não tem ou ainda não tem idade para ir a festivais a sério, o Rock in Rio, anunciou que pretende levar a cabo uma vistoria exaustiva das roupas que os artistas vão usar em palco de forma a evitar que se repita o embaraço do concerto de Janet Jackson no Superbowl, jogo que encerra a época do futebol americano nos Estados Unidos, e no qual a cantora chocou o país e o mundo ao expor uma mama aos olhos de todos.

Roberto Medina, presidente da organização do evento que este ano se realiza em Lisboa, referiu que “há muitos jovens que vêm curtir os nossos shows e temos de ter cuidado para não ferir a sensibilidade de ninguém” numa manobra que pode ser interpretada como precaução contra eventuais processos judiciais instaurados por pais e encarregados de educação de crianças e jovens que pudessem perder a sua inocência devido ao contacto com o mundo pérfido da nudez.

Recorde-se que Janet Jackson se desculpou com uma falha no guarda-roupa que não deveria tê-la exposto daquela maneira quando Justin Timberlake, que com ela actuava, simulou arrancar-lhe parte do vestuário. Ao que parece, era suposto que o gesto revelasse apenas o soutien de Jackson e não o seu conteúdo, o que aconteceu devido a um defeito no próprio soutien que muito consternou a cantora e também o seu irmão, Michael, a quem pediu a peça de lingerie emprestada para o espectáculo.

Com uma vistoria prévia ao vestuário dos muitos artistas, a organização do Rock in Rio está segura de que “cenas degradantes” como esta não se repetirão em Portugal. Para evitar dissabores, os artistas participantes deverão subir ao palco completamente cobertos, com excepção da cara e das mãos, podendo recorrer aos fatos de macaco especiais disponibilizados pela organização, se assim o entenderem.

As maiores preocupações dizem respeito a artistas que fazem da escassez de vestuário parte habitual da sua performance como, por exemplo, Britney Spears, o baterista dos Sepultura, Igor Cavalera, ou mesmo o nosso Luís Represas (quem conseguirá esquecer o memorável ainda que traumático concerto dos Trovante na colónia nudista do Meco em 1984?). O próprio Roberto Medina garante que vai estar presente no concerto de Britney Spears com as suas sobrinhas adolescentes e afirma que “não quero ser eu a ter de explicar o que é um mamilo se a cantora tiver um descuido com o vestuário.”

A reacção a esta exigência não é unânime entre os artistas. A maior parte aceita fazer cedências pelo privilégio de participar no primeiro grande festival realizado no pitoresco bairro lisboeta de Chelas mas ouvem-se algumas vozes discordantes. Um dos mais activos contestatários foi o português João Pedro Pais que, só depois de uma longa discussão com a organização e da oferta de uma tablete de chocolate de leite, aceitou separar-se das suas calças com braguilha destacável que fizeram a alegria dos 37 fãs que tem em instituições de ensino especial de Norte a Sul do país durante o último Verão. Ao que a Inépcia apurou, o espanhol Alejandro Sanz, apesar de pedidos insistentes do ministro Paulo Portas, pretende apresentar-se completamente vestido.

Recuar