Inépcia: s.f. (do latim "ineptia") 1-Falta de aptidão ou habilidade. 2-Imbecilidade 3-Acto ou dito absurdo.
www.inepcia.com

Zé Maria acredita ser Jesus Cristo

O popular Zé Maria voltou a surpreender o país e o mundo desta vez com a revelação de que acredita ser ele a segunda vinda de Jesus Cristo à Terra. A notícia foi dada em conferência de imprensa pelo próprio que se apresentou envergando uma túnica branca e sandálias, mostrando indícios de estar a deixar crescer a barba. Em cada uma das mãos trazia um pequeno gato (segundo testemunhas, os mesmos que levava na mão quando se passeou nu pelo Cais do Sodré e que dizia serem “bombas”) que apresentou como sendo os apóstolos Tiago e Mateus, também eles renascidos mas sob forma felina.

“De repente, tudo começou a fazer sentido,” confessa o autoproclamado Messias, recordando que o primeiro indício da sua verdadeira identidade lhe surgiu quando se encontrava na ponte 25 de Abril, preparando-se para se lançar ao Tejo. Mais tarde, uma voz interior disse-lhe que deveria despir-se e sair à rua nesses preparos, levando os dois gatos consigo, numa atitude que muitos interpretaram como loucura provocada pelo fim repentino da atenção mediática que o barranquenho teve desde que ganhou a primeira edição do concurso “Big Brother.” “Estava sentado a olhar para o Tejo,” conta, “quando passou um rebocador à minha frente. Segui-o com o olhar e dei de caras com a estátua do Cristo-Rei. Percebi logo que aquilo só podia ser um sinal e então reparei no nome do rebocador. Chamava-se Espírito Santo.”

A Inépcia contactou António Lobo Antunes, o psiquiatra que o tem acompanhado e procurou saber se isto é apenas mais um delírio ou se Zé Maria é mesmo o filho de Deus. “Não sei,” confessou o consagrado romancista, “É que no outro dia apareci na primeira-página do 24 Horas e ainda estou em estado de choque.” Em relação às possíveis repercussões do comportamento messiânico na condição psicológica de alguém que pode ainda estar fragilizado pelos acontecimentos recentes, o médico-escritor considera que “Pode ser que sim... mas também pode ser que não. Eu já vos disse que apareci no 24 Horas? Porra...”
Para a Igreja Católica, é pouco provável que Zé Maria seja Jesus Cristo renascido mas escusam-se a recusar essa hipótese de forma definitiva. Ao que apurámos, tal deve-se a uma corrente de opinião dentro da instituição que considera que a vinda do Messias poderá revitalizar o culto e recuperar os fiéis que se têm afastado da religião e poderá existir a abertura necessária ao aproveitamento dos benefícios que o reconhecimento da divindade do português traria.

Entretanto, alheio a tudo isto, Zé Maria deu já início à sua obra como Messias, pregando por Lisboa e arredores a “Boa Nova.” Um momento sem dúvida marcante foi o chamado “Sermão da Buraca” em que Zé “Jesus” Maria usou pela primeira vez a agora famosa parábola “Olhai os pretos na obra.”
A TVI e a SIC estão na corrida para a transmissão em directo dos primeiros milagres que deverão estar para breve.

Recuar